Qualificação EURO 2020: vitória de Portugal no regresso a Alvalade

No regresso da seleção nacional a Alvalade, Portugal goleou o Luxemburgo por 3 bolas a 0, a contar para a qualificação do EURO. Fernando Santos apresentou uma equipa organizada e acabou por ter um bom resultado.  

Em relação ao onze inicial, o treinador das quinas não mexeu muito na equipa e não surpreendeu com as suas opções. Apresentou Rui Patrício na baliza, na defesa Guerreiro, Pepe, Dias, e Nelson Semedo, que regressou ao onze após lesão. No meio-campo, Danilo Pereira era o mais recuado, com a companhia de Bruno Fernandes e de Moutinho. À frente jogou Bernardo Silva, Félix e Ronaldo.

O Luxemburgo apresentou uma formação de 5-3-2. Na baliza jogou Moris; Jans, Carlson, Chanot, Gerson e Bohnert jogaram na linha de trás; Vincent Thill, Olivier Thill e Leandro Barreiro jogaram no meio campo; Turpel e Rodrigues eram a dupla de ataque.

O jogo começou e desde cedo se percebeu que Portugal iria estar por cima no jogo. Até que logo no primeiro quarto de hora, Bernardo Silva abriu o marcador. Um passe a rasgar a defesa possibilitou a que Nelson Semedo, numa grande arrancada, tentasse cruzar e no ressalto Bernardo Silva só teve de encostar. A seleção continuava a pressionar, e o Luxemburgo pouco fazia.

Ao minuto 25, Vincent Thill inspirou-se e num grande lance individual ameaçou as redes de Patrício. Passava a primeira meia hora e a seleção das quinas mostrava um claro domínio sobre a seleção do Luxemburgo.

Acabou a primeira parte e as seleções seguiram para os balneários. Uma primeira parte pouco conseguida pela seleção nacional, que apesar da grande posse de bola, teve muito pouca objetividade e poucas oportunidades de golo.

Começava os segundos 45 minutos e reparou-se que Portugal vinha com mais vontade. Logo aos 48 minutos, Bruno Fernandes encheu o pé e ameaçou o golo. Dois minutos depois, Cristiano Ronaldo inspirou-se e tentou um remate de bicicleta, mas não deu em nada.

Aos 54 minutos, Bruno Fernandes, jogador da casa, tentou novamente e rematou à baliza, contudo Moris estava lá para defender. Três minutos depois Ronaldo tentou de novo, e num grande lance individual, rematou ao lado. Este foi sem dúvida o melhor momento de jogo da seleção das quinas. Claramente o golo estava por vir.

Até que surgiu mesmo. O capitão da seleção nacional, que estava num momento muito bom em jogo, fez pressão e aproveitou o erro da defesa, e com toda a calma e classe do mundo, Ronaldo fez uma grande chapelada ao guardião do Luxemburgo e fez o segundo para Portugal.

Continuava o domínio da seleção, e Bruno Fernandes, que fez uma grande exibição, isola Bernardo mas o remate saiu fraco. Aos 74 minutos, um penalti ficou por assinalar a favor da seleção nacional, onde o defesa de Luxemburgo derrubou o capitão das quinas. O jogador do Manchester City acabou por ser substituído pouco tempo depois para dar lugar a Gonçalo Guedes.

O jogo estava perto do fim, e Ronaldo ainda tentou bisar na partida. Fernando Santos mexeu de novo, e aos 87 minutos João Félix deu lugar ao regresso de João Mário à seleção. O treinador do Luxemburgo aproveitou e mexeu também para lançar Bensi a jogo. Na sequência de um canto, Gonçalo Guedes acabado de entrar fez o terceiro para a seleção nacional. A bola restou para o avançado e Guedes só teve de rematar para o fundo das redes. No fim do jogo entrou Rúben Neves para o lugar de João Moutinho.

Acabou o jogo, e Portugal carimbou a sua terceira vitória nesta qualificação para o EURO, depois de empatar com a Ucrânia e com Sérvia. Foi um jogo bem conseguido, contudo notou-se claramente uma falta de intensidade e de objetividade por parte da seleção nacional. Luxemburgo pouco ou nada fez, mas esperava-se um pouco mais da comitiva comandada por Fernando Santos.

Portugal com esta vitória fica em segundo lugar do grupo com 11 pontos, atrás da Ucrânia com 16 pontos.

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.