Águia negra voou mais alto que a vermelha

O SL Benfica foi derrotado por dois a zero na visita ao terreno do Eintracht Frankfurt, na Alemanha, depois da vitória por 4-2 em terrenos lusos.

O jogo não começou bem para os comandados por Bruno Lage, que entraram apáticos no jogo. O treinador das águias promoveu algumas alterações na equipa: Jardel, Fejsa e Gedson foram titulares.

Apesar da entrada apática do Benfica, as águias negras alemãs também não se mostravam muito melhor e tinham muita dificuldade para chegar à baliza defendida por Odysseas. O treinador português aumentou a distância entre linhas da equipa forasteira para conseguir reduzir espaços nas costas da defesa e, mesmo assim, pressionar a saída de bola dos alemães. Orientou também a equipa para impedir o jogo interior da equipa de Gonçalo Paciência.

Depois do primeiro aviso, Kostić viria mesmo a fazer o golo da equipa alemã, à passagem do minuto 36, deixando a posição do mesmo muitas dúvidas em relação a um possível fora de jogo. Nos protestes, Bruno Lage acabou expulso do banco.

O jogo seguiria para intervalo e era necessário um Benfica renovado para atacar a 2ª parte deste encontro.

Lage optou por não mexer na equipa, mas mesmo assim, no regresso aos relvados, as águias voltaram mais aguerridas e mais subidas no terreno e acabaram por criar algumas jogadas de perigo para a baliza defendida por Trapp.

A subida de rendimento dos encarnados não foi suficiente e o Eintracht Frankfurt acabaria mesmo por fazer o segundo golo, num remate bem colocado por parte de Rode.

Até final o resultado não mais se alterou e as águias encarnadas veem o seu voo europeu ficar pelos quartos de final, enquanto as águias alemãs voam mais alto e enfrentam o Chelsea na próxima fase.

João Ferreira

Um jovem apaixonado por futebol que encontrou neste projeto a essência do seu verdadeiro amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.