Segunda parte demolidora dá 11º vitória consecutiva aos Dragões

O Porto recebeu e venceu o Portimonense por 4-1 no jogo de abertura da 12ºjornada da Liga NOS. Uma segunda parte demolidora acabou por dar um triunfo folgado aos Dragões, depois de uma primeira parte em que o Portimonense causou algumas dificuldades.

Depois da vitória sofrida do fim de semana passado frente ao Boavista, o Porto recebia o Portimonense de forma a regressar às vitórias tranquilas e às exibições demolidoras. No entanto, o início do jogo não foi nada favorável aos azuis e brancos. O relógio marcava 9 minutos e o Portimonense chegava à vantagem através de Vítor Tormena.

A dinâmica ofensiva da equipa algarvia e a falta de velocidade que a equipa de Sérgio Conceição impunha no jogo faziam com que o Porto passasse por sérias dificuldades e eram necessárias mudanças na forma de jogar dos Dragões. As mesmas acabaram por chegar. Brahimi começou a pegar no jogo e a criar muitos desequilíbrios e a defesa do Portimonense começou a demonstrar as fragilidades defensivas que são atribuídas à equipa desde o início da época. Aos 23 minutos, Marega empatou o jogo.

A turma portista começou a demonstrar a sua qualidade e a apostar no jogo em profundidade para os seus avançados. Porém, o Portimonense não se inibia e as suas saídas para o contra-ataque davam calafrios à plateia do Estádio do Dragão. Com a qualidade de Nakajima e de Jackson (que esteve em dúvida durante toda a semana), não era para menos. Chegávamos ao intervalo com um empate a 1 e com uma segunda parte pela frente que prometia imenso.

No regresso dos balneários, o Porto iniciou o segundo tempo da mesma forma que o primeiro: lento. No entanto, o Portimonense desligou-se do jogo, já não conseguia sair para o ataque com a mesma eficiência e os azuis e brancos tomaram o controlo do jogo. O golo da vantagem era uma questão de tempo e o mesmo chegou aos 57 minutos. Marega assistiu e Soares marcou. O Porto colocava-se pela primeira vez em vantagem e tinha o jogo na mão. Ainda mais tranquilo ficou quando ,aos 59 minutos, Brahimi fez o 3º dos Dragões. O ímpeto estava todo do lado dos campeões nacionais e 5 minutos depois, Marega bisou e fechou as contas do marcador.

O Portimonense desmoronou e os nortenhos dominavam o jogo a seu belo prazer. Até ao final da partida, algumas oportunidades para o Porto aumentar a vantagem, mas o marcador não se voltou a alterar.

Vitória justa dos Dragões que aproveitaram a má segunda parte do Portimonense e resolveram a partida no segundo tempo. O Porto avança para a 11º vitória consecutiva e nada parece parar os comandados de Sérgio Conceição neste momento. Os campeões nacionais irão passar o fim de semana descansados e na liderança isolada, à espera de ver o que os seus adversários diretos irão fazer nos seus jogos. Já o Portimonense continua a demonstrar a sua inconsistência exibicional e pode acabar a jornada muito perto da zona de despromoção.

Daniel Sousa

Nascido e criado na Ilha da Madeira e neste momento a estudar Ciências da Comunicação na FCSH. Com um gosto enorme pelo futebol e pela escrita, está sempre aberto a novos desafios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.