Benfica vence Tondela e termina ciclo negativo

Ponto final na crise de resultados do Benfica. Os encarnados viajaram até Tondela e venceram por 1-3, regressando assim, mais de um mês depois, às vitórias no campeonato. Jonas, Seferovic e Rafa marcaram os golos da vitória.

40 segundos. Foi este o tempo que demorou até o Benfica ficar em desvantagem. O jogo mal tinha começado, várias pessoas ainda procuravam o seu lugar e Conti já colocava a bola dentro da própria baliza. 1-0, assobiadelas da bancada e Rui Vitória de mãos na cabeça. Previa-se mais uma tarde de sofrimento para os vice campeões nacionais.

No entanto, apareceu o suspeito do costume. André Almeida aproveitou o espaço que lhe foi concedido pela defensiva do Tondela e cruzou para o cabeceamento de Jonas que, por volta do minuto 10, repôs a igualdade no encontro e deu alguma serenidade à equipa da capital.

Após um início de jogo frenético com 1 golo para cada lado, os ataques começaram a ter dificuldades na finalização. Aos 28 minutos, Rafa numa jogada individual acertou no poste. Aos 37, Murillo pica a bola por cima de Vlachodimos e Conti, redimindo-se do auto-golo madrugador, corta a bola em cima da linha. Chegávamos ao intervalo com um empate a 1 golo.

No segundo tempo, melhorias por parte de ambas as equipas no processo defensivo. Depois de uma primeira parte em que vários erros de parte a parte permitiram diversas oportunidades de golo, maior acerto por parte das defesas fez com que esta fosse uma segunda parte mais disputada a meio campo. Pelo menos até à expulsão de David Bruno.

A expulsão de David Bruno foi um acontecimento marcante. Num jogo em que as dificuldades dos encarnados em chegar à vantagem estavam a ser evidentes, o lateral do Tondela deitou tudo a perder. Já com amarelo, e com o jogo interrompido por João Pinheiro, David Bruno empurrou Cervi desnecessariamente e recebeu ordem de expulsão. Com 35 minutos para jogar, a equipa do distrito de Viseu ficava assim numa posição delicada.

Os comandados de Rui Vitória aumentaram o ritmo de jogo e foram em busca do golo. O Tondela defendia como podia, mas era evidente que dificilmente iria conseguir manter a igualdade. Dava a ideia que mais cedo ou mais tarde o golo iria chegar e foi Seferovic, por volta dos 64 minutos, que colocou o Benfica em vantagem pela primeira vez no jogo. Boa triangulação dos encarnados, cruzamento de André Almeida e Seferovic só teve de encostar.

Benfica em vantagem frente a um Tondela reduzido a 10. Esperava-se um fim de jogo tranquilo. No entanto, as debilidades defensivas do Benfica eram notórias e a equipa Beirã teve uma oportunidade soberana para igualar a partida. António Xavier, frente a frente com Vlachodimos, atirou ao lado. E quem não marca, sofre. Aos 75 minutos, Rafa garantiu a vitória. Passe de Pizzi e Rafa, desta vez, não vacilou e fez o 1-3.

Houve ainda tempo para a expulsão de Ícaro. O brasileiro “entrou a matar” sobre Rafa e colocou o Tondela a jogar com 9. Se havia possibilidade de alguém ainda possuir dúvidas em relação ao desfecho do jogo, a expulsão de Ícaro veio acabar com todas elas.

1-3 foi o resultado final. Vitória de extrema importância para os encarnados, que acabam com a crise de resultados e voltam a ganhar confiança nas suas capacidades. Já o Tondela, possui nove pontos e continua no fundo da tabela.

Daniel Sousa

Nascido e criado na Ilha da Madeira e neste momento a estudar Ciências da Comunicação na FCSH. Com um gosto enorme pelo futebol e pela escrita, está sempre aberto a novos desafios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.