Lembra-se de… Van Nistelrooy, a máquina holandesa de fazer golos

Nasceu em 1976, na Holanda, selecção que representou em dois europeus e num mundial, consta em quarto lugar, nos melhores marcadores de sempre da Liga dos Campeões, melhor marcador do campeonato inglês, espanhol e holandês, venceu por três vezes melhor marcador Liga Campeões , exímio finalizador e marcador de penalties de excelência, sabe quem é? 


Hoje falamos de Ruud Van Nistelrooy, nasceu para o futebol na Holanda, ao serviço do Den Bosch, onde jogou quatro temporadas, tendo-se destacado no ultimo ano como titular da equipa.

Seguiu-se o Heerenveen, equipa que assinou contrato para a temporada 1997/98, mas as suas exibições não o deixaram na equipa, por muito tempo, pois já tinha o Manchester United e o PSV em disputa.

A transferência deu-se para o PSV, onde permaneceu durante três temporadas, consolidou-se como jogador de excelência, tendo vencido dois campeonatos holandeses e foi melhor marcador das temporadas 98/99 e 99/00, com 31 e 29 golos respectivamente.

Sofreu, na temporada 2000/01, uma lesão grave que poderia ter arruinado as suas aspirações como jogador do United, nessa temporada fez apenas 12 jogos.

Van Nistelrooy já teria sido transferido no verão de 2000, para o United, porém uma lesão grave adiou a sua ida para Manchester, para a temporada seguinte, tendo jogado temporada 2000/01 pelo PSV ainda.

Nistelrooy, finalmente e com 25 anos já completados, estreia-se pelo Manchester United, na temporada 2001/02, época este que, embora não tenha sido campeão, foi o melhor jogador do campeonato inglês , melhor marcador da Liga dos Campeões, com 10 golos, tendo surpreendido pela sua rápida adaptação ao futebol Britânico.

Alex Ferguson admitiu que poderia ter contratado Van Nistelrooy, três anos antes, porém, não deu ouvidos ao seu filho quando o viu no Hereenveen com 22 anos , pelo que acabou por contratar com 25 anos e por 28,5 milhões de euros, erro que mais tarde admitiu, o facto de não ter acreditado mais cedo no potencial do holandês.

Na temporada 2002/03 conquistou pelo Manchester United a Premier League que acabou como a sua melhor época da carreira, vencendo o prémio de melhor avançado da UEFA, melhor marcador da Liga dos campeões e melhor marcador da Liga Inglesa, terminando a época com 52 jogos e 44 golos. 

Em cinco temporadas pelo Man United, foi o melhor marcador da liga inglesa numa temporada, e vencedor do melhor marcador da Champions League por três vezes, tendo vencido na temporada 2004/05 também. 

O seu final no United foi já conturbado, pois a sua relação com Cristiano Ronaldo, não era a melhor, desde que o jogador português entrou no United, na temporada 2003/04 e com a saída de Beckham e Veron, Van Nistelrooy perdeu jogadores que lhe faziam assistências, e como todos nos lembramos Cristiano Ronaldo em jovem, era mais malabarista e jogador de drible, que um jogador de equipa, pelo que criou problemas com o “Holandês”.

Alex Ferguson optou por vender Van Nistelrooy, visto este já ter 30 anos, estando já em final contrato. 

Após anos Gloriosos no Manchester, Van Nistelrooy muda-se, na época 2006/07, para Madrid, onde veio a triunfar novamente nas três temporadas que teve ao serviço dos merengues. Quebrou a hegemonia do Barcelona de Rijkaard e de Ronaldinho e Eto´o, vencendo dois campeonatos espanhóis na  época 2006/07 e 2007/08 , tendo sido o ultimo bicampeonato do Real Madrid até agora. 

Na temporada 2008/09, teve uma grave lesão que o impossibilitou de jogar o resto da temporada, acabando por fazer 12 jogos, jogando apenas 4 na temporada seguinte, visto que era já a terceira opção entre os atacantes, sendo suplente de Karim Benzema e Gonzalo Higuain

Em final da carreira chegou a representar o Hamburgo, por duas temporadas, e o Málaga, na sua ultima temporada como jogador profissional.

Van Nistelrooy ainda voltou a dar um “cheirinho” do jogador que era, ao serviço do Man. United e do Real Madrid.


Selecção

Pela Selecção Holandesa nunca foi fácil impor-se, pois durante a sua carreira, teve o lugar em disputa, com avançados como Van Persie ou Patrick Kluivert. 

Van Nistelrooy disputou o euro 2004 com 28 anos, tendo sido uma estreia tardia numa fase final de europeu. A sua performance foi extraordinária, tendo marcado quatro golos em cinco jogos disputados, acabando por ser eliminado pela selecção portuguesa, nas meias finais.

O mundial 2006 foi igualmente titular, porém marcou apenas 1 golo e foi eliminado novamente pela selecção portuguesa, nos oitavos de final.

O Euro 2008 foi o ultimo europeu de Van Nistelrooy, ao nível exibicional que nos habituou, tendo sido eliminado nos quartos de final.

 

Miguel Matos

Fan de futebol desde míudo, coleccionador de cromos e cadernetas, gosto especial pela história do futebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.