Salvio marca nos descontos e mantém Benfica na corrida

A ressaca do clássico só foi curada aos 92′ com um cabeceamento de Salvio, que deu o 2-1 aos encarnados. O Estoril teve uma exibição desinibida e ia aproveitando o festival de desperdício dos visitantes, mas acabou por cair para o fundo da tabela a três jornadas do final do campeonato.

O jogo até começou bem para a turma de Rui Vitória, ao marcar por intermédio de Rafa Silva logo aos dez minutos de jogo, a partir duma excelente abertura de Zivkovic. A dinâmica atacante da equipa era muito boa e não mostrava feridas do último desaire frente ao Porto, mas quando o Benfica tirou o pé do acelerador, o lanterna vermelha da liga quis mostrar serviço começando pelo pé esquerdo de Allano à meia-hora. Jiménez batalhava na frente e criou algum perigo na primeira parte, só que Renan ia atrapalhando os intentos do mexicano.

A segunda parte iniciou-se e os papéis inverteram-se: a equipa de Ivo Vieira começou muito melhor no reatamento e fez as redes balançar, mas Halliche estava com fora-de-jogo e o seu golo foi invalidado pelo VAR. O Benfica respondia só em transições rápidas, e antes do golo (validado) do Estoril, teve duas ocasiões de golo falhadas: primeiro por Zivkovic, e depois Rafa Silva que perdeu o duelo com Renan. Aos 63 minutos um livre lateral a favor do Estoril desembocou no golo do empate. Eduardo bateu para o segundo poste e Halliche marca de novo, mas desta vez sem ilegalidade nenhuma.

Um balde de água fria para os encarnados, que ainda mais desesperados ficaram com outra grande oportunidade desperdiçada por Rafa logo a seguir. Entretanto Lucas Evangelista ainda tirou a tinta ao poste de Varela. Quanto mais o relógio avançava, mais o Benfica despejava bolas para a frente sem critério, já com Seferovic em campo. Contudo, o Benfica viria mesmo a marcar num cabeceamento exemplar de Salvio, a cruzamento de Grimaldo. Um golpe nas aspirações do Estoril, que tanto batalhou para no final… descer para último classificado já nos descontos.

David Silva

Lourinhanense de gema, é estudante de Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Tem como hobby a escrita, e como paixão o futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.