Holanda: Robben diz adeus à selecção

Depois de falhar a presença no Euro 2016, a Holanda voltou a cair numa fase de apuramento e não vai estar no Mundial de 2018, na Rússia. A vitória sobre a Suécia por duas bolas a zero não foi suficiente – a “Laranja Mecânica” precisava de vencer por 7-0, face à diferença de golos – e, como um mal nunca vem só, já no final do encontro, a Federação Holandesa de Futebol revelou a nota de despedida do extremo Arjen Robben da selecção.

“É uma decisão que dói, mas faz parte do jogo”, referiu o autor dos dois golos do triunfo, num comentário oficial, na passada terça-feira.

O extremo de 33 anos – que fez a estreia na equipa principal da “Laranja Mecânica” em 2003 frente a Portugal – marcou 37 golos em 96 jogos. Com a camisola laranja, Arjen Robben somou apenas uma presença numa final – em 2010, no Mundial da África do Sul, onde selecção holandesa acabou por perder, já no prolongamento, frente à Espanha – e nas meias-finais do Mundial de 2014.

Como agradecimento, a Federação Holandesa divulgou um vídeo com os melhores momentos do jogador.

André Vieira

23. Apaixonado por desporto, cinema e televisão. Ex jornalista-estagiário da NiT (New in Town) e ex colaborador do Espalha-Factos (secção de cinema). Licenciado em Ciências da Comunicação (Jornalismo) na FCSH. Twitter: @andre_vieira94

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.