Enfim, uma rodada fez sentido no Brasileirão

As cinco primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro foram um desespero para qualquer torcedor que gosta de deixar as coisas um pouco mais emocionantes fazendo uma aposta nos resultados das partidas.

Algumas das equipes tidas como favoritas antes do início do torneio amargavam posições pouco acima da zona de rebaixamento, enquanto outras recém-chegadas da série B aproveitavam a instabilidade dos chamados “grandes” para acumular pontos valiosos nesse primeiro quarto de certame.

Mas a sexta rodada trouxe poucos resultados fora do esperado, com destaque inicial para o Palmeiras, que venceu bem o Fluminense em casa por 3-1 e conseguiu respirar um pouco no campeonato.

Já os cariocas se distanciaram do topo da tabela e estacionaram nos 10 pontos. Quem segue voando, contudo, é o artilheiro do Fluminense e do torneio, Henrique Dourado (ex-Vitória de Guimarães), que já tem sete gols em seis partidas e marcou mais uma vez – dessa, contra seu ex-clube.

O destaque da rodada: Elano 100%

Apenas um visitante venceu: o Santos, que aplicou um 2-0 no Atlético-PR. O Furacão, ainda que esteja classificado para as oitavas de final da Libertadores, ainda não venceu no Brasileiro e acumula apenas dois pontos. Foi dormir na lanterna e com a torcida xingando jogadores, comissão técnica e diretoria após mais um revés em casa.

Já o Santos conseguiu sua segunda vitória seguida sob o comando do ídolo Elano e entrou para os dez primeiros colocados. O treinador interino conseguiu seis pontos em dois jogos e agora volta à posição de assistente com a chegada de Levir Culpi, que assinou contrato de seis meses com o Peixe.

Na ponta: perseguição implacável

Na parte de cima, o Corinthians manteve a escrita de nunca ter sido derrotado pelo São Paulo em sua nova casa e venceu o clássico por 3-2. O líder do Brasileirão com 16 pontos segue cada vez mais seguro de seu esquema de jogo e ganhando confiança no ataque: foram 10 gols nos últimos três jogos.

Mas os paulistas não podemo mesmo relaxar. O Grêmio conseguiu um gol aos 42 minutos do segundo tempo, jogando em casa, e arrancou uma vitória do Bahia por 1-0, mantendo a cola na vice-liderança apenas um ponto atrás do Corinthians.

Lá embaixo: sem mudanças

Avaí, Vitória, Atlético-GO e Atlético-PR seguem compondo o Z-4 do rebaixamento. A única grande mudança na 6ª rodada foi entre eles: o Vitória deixou a lanterna e subiu para o 18º lugar ao bater o Atlético-MG por 2-0 em casa. O Galo segue com apenas uma vitória e apenas um ponto acima da zona da degola.

A rodada também não foi de toda ruim para o Avaí, que não venceu em casa mas também não perdeu para o Flamengo, um dos favoritos no início do ano. O empate por 1-1 amplia a sequência sem vitória dos cariocas para quatro jogos e joga pressão sobre o time, que foi surpreendentemente eliminado da Libertadores e tem no campeonato nacional sua chance de redenção.

Pra ficar ligado

A sétima rodada vai ser jogada no meio de semana e começa na quarta-feira, 14, às 19h30 (23h30 em PT). No horário nobre às 21h45 (1h45 PT), os dois principais confrontos: o Santos recebe o Palmeiras no clássico paulista e o Corinthians tenta manter sua série de vitórias contra o Cruzeiro, em casa.

Na quinta-feira, 15, às 21h00 (1h00 PT), outro bom confronto entre o Fluminense, que ainda não perdeu em casa, e o Grêmio, vice-líder com o melhor ataque do Brasileirão até agora.

Os resultados

Palmeiras 3-1 Fluminense
Vasco 2-1 Sport
Botafogo 2-2 Coritiba
Corinthians 3-2 São Paulo
Vitória 2-0 Atlético-MG
Ponte Preta 3-2 Chapecoense
Avaí 1-1 Flamengo
Cruzeiro 2-0 Atlético-GO
Atlético-PR 0-2 Santos
Grêmio 1-0 Bahia

Rafael Almeida

Rafael é brasileiro e acompanha futebol há tanto tempo que nem se lembra. Se interessa também pela política do esporte e pelas suas dimensões socio-culturais. É formado em Relações Internacionais pela Universidade de São Paulo e atualmente estuda jornalismo, sendo também parte da equipe de um jornal digital no Brasil, onde escreve sobre política internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.