11 da jornada

Com a jornada 31 já terminada é tempo de fazer o balanço ao que correu bem e ao que correu mal. É tempo de ver o melhor e o pior e de reflectir nos planos de futuro, bem como avaliar a prestação dos jogadores, por isso mesmo, pela primeira vez aqui no AMBIDESTRO vamos escolher a equipa da jornada. Curiosos ?

Do Moreirense ao Benfica, passando por Sporting e pelo FC Porto, o onze titular da jornada 31 escolhido por nós tem de tudo um pouco, mas uma coisa podemos garantir, todos eles são craques.
Guarda redes: Cássio

O guardião do Rio Ave mereceu a titularidade na nossa baliza uma vez que na visita a Madeira, esteve presente sempre que solicitado. Depois da vitória frente ao Arouca, a conquistada frente ao Nacional veio provar que os vila condenses estão vivos e prontos para atingir a Europa. Com 45 pontos, menos 6 que o 5º classificado, a equipa do Rio Ave tem 3 jogos para provar o que vale e se a equipa está bem e recomenda-se a culpa pertence a Cássio.

Defesas: Nélson Semedo, Felipe, Coates e Niclomande

Cada um a seu canto, cada um na sua equipa, cada um destes homens tem mostrado ser o melhor na sua posição. Nélson Semedo tem sido uma peça fundamental na equipa do Benfica, já Felipe tem segurado o posto no FC Porto e tem evitado o perigo. Juntamente com Coates o centro da defesa está mais que seguro. Falta então falar de Niclomande, o lateral do Guimarães fez um jogo brilhante frente ao Vitória de Setúbal e foi graças a ele que os perigos causados pela equipa sadina não passaram de sustos. Niclomande está lá para defender, assistir e segurar a defesa.

Médios: Fejsa e André André

Há muito tempo que não se via um Fejsa e um André André tão bons a todos os níveis como vimos este fim de semana, quer na recepção ao Estoril, quer na visita a Chaves estes dois homens trancaram o meio campo e dali ninguém passou. Fejsa está na sua melhor forma da temporada e André André para além de estar de volta, ainda conseguiu marcar um golo que ajudou à vitória da equipa portista.

Alas: Iuri e Boateng

Para as alas escolhemos duas flechas: Iuri Medeiros e Boateng. Os dois meninos de ouro de Boavista e Moreirense foram cruciais este fim de semana para o fecho das contas de cada um dos jogos. Se Iuri deu todo o apoio à equipa axadrezada, Boateng esteve sempre presente e ajudou , e muito, a evitar a derrota do Moreirense em Arouca. Depois de ter marcado dois golos e de ter feito a cabeça em água à equipa do Arouca, Boateng tinha de cá estar.

Avançados: Jonas e Bas Dost

Um bis de um lado, um hat-trick do outro. Com estes dois homens na frente de ataque não haveriam redes suficientes para os travar. Com dois golos feitos frente ao Estoril, Jonas mostrou que mesmo estando fora das contas de Rui Vitória, mais tempo do que é habitual, o talento natural é coisa que não se perde. Já Bas Dost mostrou como se faz e conseguiu levar o Sporting à reviravolta por duas vezes, contando assim com 31 golos no campeonato.

Mariana Ferreira

Mariana Cordeiro Ferreira, 25 anos. Apaixonada por futebol desde que me conheço. Criadora e Coordenadora Geral do blog "O Futebol no Feminino", desde 2013. Colaboradora na Sporting Fans, no Super Sporting e no Dabancada... E ainda comentadora da Curva Belíssima da Sporting TV. Escrevo sobre futebol, porque sinceramente não conheço outra forma de mostrar o meu amor pelo desporto rei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.