Diagnóstico: Campeão crónico

A palavra “hegemonia” originária do grego antigo, bem podia ter sido inventada para falar do domínio do Olympiacos no futebol grego. É que a equipa das margens do Piréu confirmou, em casa, no passado domingo, a conquista do sétimo campeonato grego seguido, ao impor uma pesada derrota (5-0) à equipa do Pas Giannina.

Uma soberania bem visível na história da competição helénica: qualquer coisa como 44 títulos contra os 37 de todos os outros clubes juntos. Incrível, não achas? Nas últimas 21 edições do campeonato grego, o Olympiacos foi campeão 19 vezes.

A conquista do heptacampeonato foi autenticada com Diogo Figueiras e André Martins como titulares e com golos do alemão Marko Marin (21 minutos), do português naturalizado marroquino Manuel da Costa (24), do espanhol De la Bella (29 e 71) e de Alejandro Domínguez, de grande penalidade, aos 81.

Se analisarmos os cinco campeonatos, considerados pela grande maioria dos adeptos de futebol, como os mais competitivos da Europa ( Bundesliga, Série A, La Liga, Premier League e Ligue 1) desde a sua origem até aos dias de hoje, só encontramos um heptacampeão. O Lyon, que desde a época 2001/2002 até 2007/2008 não deu qualquer tipo de hipótese à concorrência.

Sete anos, não são sete dias. É muito tempo de domínio. E o Olympiacos já o conseguiu fazer pela segunda vez. Recorde-se que esta é uma repetição do feito que o clube do Pireu obteve entre 1997 e 2003.

E apesar das repetidas conquistas, a vontade de ganhar não diminui. Evangelos Marinakis, presidente do Olympiacos, garante que não irá ficar por aqui. “Já temos o 44.º campeonato. O Olympiacos é, de longe, a melhor equipa grega da Europa nos últimos anos. Deixar o clube? Não vou a lado nenhum. Esta é a minha cidade e cresci aqui. Os políticos, ministros, autoridades portuárias e policiais que nos criaram dificuldades perderam. Vamos reforçar-nos e os rivais que tenham paciência pois a promessa é ganhar 20 ligas seguidas.”

Ricardo Rocha Cruz

Confiante, resolvido consigo mesmo e ousado. Prazer, chamo-me Ricardo Cruz. Bem-vindos ao meu novo projeto. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.