As transferências mais caras da Liga NOS

Em altura de mercado, na rubrica “Curiosidades” desta semana trazemos as dez maiores transferências do futebol português. Como é óbvio, na lista apenas estão presentes negócios feitos com os três grandes, demonstrando o monopólio em torno do Benfica, Sporting e Porto. Leia o artigo e veja quais foram os craques mais caros a sair do campeonato português.

O Artigo é escrito com base nos valores assentes no site especializado em transferências “Transfermarkt”.  O FC Porto é o clube que predomina com cinco jogadores presente, depois o Benfica com três, e por fim o Sporting com dois. Eis a lista:

 

  • 10 – Falcão. Em décimo lugar temos Falcão, o avançado que encantou a cidade do Porto. Chegou em 2009/2010 e logo se viu que pela qualidade do colombiano que não ia permanecer por muito tempo em Portugal. Fez 72 golos ao longo de apenas duas épocas. Em 2011/2012 foi transferido por 40 milhões de euros para o Atlético de Madrid. Na altura foi a maior transferência do futebol português. Hoje joga no Galatasaray.

 

  • 9 – Axel Witsel. A ocupar o nono lugar está Axel Witsel. Chegou à Luz em 2011/2012 com apenas 23 anos e uma época bastou para mostrar a sua qualidade. O jogador belga da formação do Standard Liège fez apenas uma época ao serviço das águias. O Zenit interessou-se e bateu a cláusula do jogador que estava também nos 40 milhões de euros. Igualando o marco de Falcao, rumou à Russia. Hoje é jogador do Borussia Dortmund.
  • 8 – Hulk. Em oitavo lugar está o brasileiro Hulk. O Zenit não foi só à Luz recrutar e acabou por ir também ao dragão. No entanto o caso de Hulk é diferente. O habilidoso brasileiro, que esteve ao longo de quatro épocas em Portugal, foi também para a Rússia por 60 milhões de euros. No entanto, o FC Porto apenas recebeu 40 milhões, porque apenas detinha 85% do passe do extremo, daí estar em oitavo lugar da lista. Com 33 anos representa o Shangai SIPG da China.

  • 7 – Ederson. A ocupar a sétima posição temos o único guarda-redes da lista, Ederson. Veio do Rio Ave para o Benfica, e rapidamente conquistou a titularidade. O caso de Ederson é outro muito curioso. Apesar de ocupar a sétima posição da lista, o ex guarda-redes do Benfica não rendeu tanto aos cofres da Luz. O jogador foi vendido para o Manchester City por 40 milhões de euros, mas na verdade o Benfica apenas carimbou 16 milhões, visto que o passe não estava inteiramente na posse das águias. Hoje é o atual guarda-redes dos citizens.

 

  • 6 – João Mário. Em sexto lugar temos João Mário, a jovem promessa do meio campo do Sporting. Depois de vincar na equipa principal leonina, João Mário foi transferido para o Inter de Milão em 2016/2017. Na altura alcançou o marco de ser o jogador mais caro de sempre a sair da Liga Portuguesa. O negócio englobou 40 milhões mais outros cinco mediante objetivos. João Mário com 27 anos joga na Rússia, no Lokomotiv.

  • 5 – James Rodriguez. A ocupar a quinta posição está James Rodriguez. Outro colombiano que conquistou o coração do Porto. James destacou-se pela sua habilidade técnica. Chegou ao Porto em 2010/2011 com apenas 19 anos. Jogou de dragão ao peito ao longo de três épocas e o próximo passo estava prestes a ser dado. Com um grande potencial foi transferido para o Mónaco pelo valor da sua cláusula de rescisão, 45 milhões de euros. Com qualidade para estar em grandes palcos europeus, hoje é jogador do Real Madrid.

  • 4 – Mangala. Em quatro lugar temos o primeiro defesa central da lista. Eliaquim Mangala, outro ex jogador do Porto, chegou à invicta em 2011/2012. Apesar de alguma controvérsia em relação à sua transferência, o francês foi transferido para o Manchester City por 45 milhões de euros, apesar do Porto não ter ficado com o montante total. Na altura tornou-se o defesa mais caro a sair do futebol português, superando Pepe e Ricardo Carvalho. Hoje é jogador do Valencia FC de Espanha.

  • 3 – Eder Militão. Em terceiro lugar surge o segundo e último defesa da lista, Eder Militão. Esta transferência é muito recente e que toda a gente se recorda, tal como as duas que estão por vir. Contudo, não é menos importante. Militão, de apenas 22 anos, fez uma época no Porto. Rapidamente os tubarões europeus puseram olho no brasileiro. No início desta época foi transferido para o Real Madrid por 50 milhões de euros. Os dragões carimbaram cerca de 45 milhões visto que o São Paulo também tinha direito a uma margem da sua transferência. Por momentos foi a transferência mais cara do futebol português.

  • 2 – Bruno Fernandes. Em segundo lugar temos a mais recente transferência da lista, Bruno Fernandes. O caso mais recente é o do médio ex-sportinguista. Chegou a Alvalade em 2017/2018, vindo do Sampdoria, e brilhou. Mostrou claramente o que é ser leão. Muitos foram os rumores em torno de Bruno Fernandes, até que chegou mesmo a altura de dizer adeus. Com qualidade para tal, o Manchester United contratou o internacional português por 55 milhões de euros mais 25 milhões perante objetivos. Um total de 80 milhões de euros. Bruno Fernandes é então o segundo jogador mais caro de sempre a sair de Portugal.

  • 1 – João Felix. Finalmente em primeiro lugar, o caso que todos conhecem, João Félix. A maior transferência do futebol português. O jogador português mais caro de sempre. A quarta maior transferência de sempre de futebol. João Felix, o mais novo da lista, perante o comando de Bruno Lage mostrou a sua qualidade e hoje brilha em palcos europeus. O Atlético de Madrid é a sua nova casa, num negócio que custou ao clube espanhol 126 milhões de euros. O Benfica carimbou de imediato 120 milhões, e só isso fez do jovem craque o jogador mais caro a sair de Portugal, superando até Cristiano Ronaldo na lista de jogadores mais caros de sempre.

 

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.