Benfica continua em corrida acesa por Bruno Guimarães

Já não é novidade o interesse das águias em Bruno Guimarães, jovem médio centro brasileiro e um dos maiores destaques no Brasileirão pelo Athletico Paranaense. No entanto, a contratação do jogador não se tem revelado pêra doce para os lados encarnados da Segunda Circular, com o clube rubro-negro a dificultar ao máximo a sua saída, bem como a presença de uma forte concorrência por parte de outros emblemas.

Com efeito, além do compatriota Flamengo, juntamente com o Benfica estarão na corrida por Bruno Guimarães clubes como Chelsea, Porto, PSG, Inter de Milão e até o Atlético de Madrid, sendo que os colchoneros terão garantido o direito de preferência pelo atleta até ao próximo ano (facto confirmado pelo próprio médio), graças à contratação de Renan Lodi aos brasileiros no verão passado. Isto permitiria aos madrilenos adquirir o melhor médio da liga brasileira por um valor que se estabeleceria nos 30 milhões de euros.

Acontece, no entanto, que o Atleti estará já acima do teto salarial permitido pela liga espanhola, além de não ter mais vagas no plantel para extracomunitários, pelo que se terá afastado, para já, das negociações. Desta forma, o Benfica é quem mais tem insistido em atingir um acordo, tendo sabido, inicialmente, que o “Furacão” exigiria 20 milhões de euros, somando aos mesmos bónus por objetivos e não abdicando ainda de uma percentagem do seu passe para poderem lucrar com eventuais futuras transações.

Porém, após as águias fazerem chegar a Curitiba uma proposta de 20 milhões de euros mais 5 milhões em objetivos, o Athletico recusou-a, alegando que pretende receber uma verba semelhante à que estaria prevista pelo Atlético de Madrid (30 milhões de euros), querendo ainda assegurar 20% a 30% do passe. Posto isto, as negociações atingem, de momento, novo impasse.

No entanto, com a chegada recente de Julian Weigl, o plantel benfiquista dá mais tranquilidade à equipa técnica em termos de versatilidade, o que não apaga, ainda assim, o interesse encarnado pelo jovem médio centro brasileiro. Com o mercado a caminhar a passos largos para o seu término, veremos se surgirão mais novidades por esta jovem promessa.

 

Fonte da Imagem: GettyImages

Duarte Rosa

"Alfacinha" de gema, sportinguista de coração. Desde o clube à seleção nacional, o amor pela bola está presente desde cedo. A licenciar-se em Ciências da Comunicação, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, esta paixão pela escrita e pelo futebol forma uma dupla interessante, que espera vir a agradar aos seus leitores.