Quem te viu e quem te vê: Sebastian Giovinco

Pequeno de tamanho, mas de talento enorme. Na rubrica “Quem te viu e quem te vê” desta semana vamos olhar por onde anda o italiano Sebastian Giovinco. Grande potencial, esteve em grandes palcos mas agora por onde anda?

Nasceu em Turim no ano de 1987 e em 1999 já andava pelas escolas da Juventus. A pequena estrutura do menino não foi problema, e desde cedo se percebeu que tinha jeito para a bola. Fez toda a sua formação na Juventus até que chegou o dia de se estrear pela equipa principal. Aconteceu na época de 2006/2007 e a partir daí começou a ser visto como o próximo Del Piero.

No entanto, era preciso crescer porque a qualidade não é tudo. Em julho de 2007 foi emprestado ao Empoli junto com o seu compatriota Marchisio. Esteve em destaque no clube italiano onde apareceu em 37 partidas e fez seis golos. Contudo, não deu para evitar a descida do Empoli para a Série B e foi chamado de novo para Turim.

 

Voltou para a Juventus e esperava-se que esta fosse a época de lançamento do jovem. Com apenas 22 anos Giovinco começou a jogar e demonstrar o seu potencial. Era muito rápido e tinha muito bem a bola no pé. Marcou pela primeira vez pela Juventus num jogo frente ao Lecce, carimbando a vitória do encontro por 2-1. Acabou a temporada com 27 jogos e três golos em todas as competições.

Apesar de um início de temporada forte Giovinco deixou de ser aposta e acabou por ficar de fora depois de sofrer uma lesão no treino. Seguiu-se mais uma época e acabou por ser mais do mesmo, onde Giovinco desta vez apareceu menos. Por outro lado, devido às suas boas prestações na Juventus foi convocado para as Olimpíadas de 2008 e destacou-se por ser o comandante do ataque da seleção italiana. Nesta altura despertou-se o interesse por Giovinco por parte de grandes europeus como o Arsenal.

Na época seguinte foi emprestado ao Parma, onde ficou não só uma mas duas temporadas. Foi aqui que Giovinco mostrou que merecia estar noutro sítio e que qualidade não faltava para jogar na Juventus. Fez um total de 70 jogos e 23 golos. Estas épocas fizeram com o pequeno craque fosse convocado para a seleção principal da Itália.

Em 2012 voltou outra vez para Turim, e sem dúvida que estas foram as melhores temporadas da carreira do jogador. Nesse ano apontou 11 golos em 42 partidas. Na seguinte carimbou mais três golos em 30 jogos. Foi um jogador decisivo nas competições de Itália. Foi bicampeão e venceu por duas vezes a Supercopa de Itália. No entanto o inesperado aconteceu.

Giovinco anunciou que ia sair da Juventus. Avaliado num valor de mercado em oito milhões de euros, Giovinco foi anunciado como reforço do Toronto FC da MLS. Segundo o site Transfermarkt, o italiano saiu a custo zero. Foi para os Estados Unidos e assumiu-se como o atacante de referência da equipa. Com um papel preponderante na equipa, o jogador ficou por quatro temporadas na equipa. Fez um total de 142 jogos e 83 golos. Contudo, mais uma vez a carreira de Giovinco deu outra volta.

Portanto, agora onde anda a “Formiga Atômica”? Hoje Giovinco representa o ex-clube de Jorge Jesus, o Al-Hilal. A verdade é que parece que Giovinco não foi devidamente valorizado nos grandes palcos e acabou por perder-se. Foi transferido apenas por 875 mil euros. Esta época fez 14 jogos e apontou quatro golos. Agora com 32 anos dificilmente Giovinco muda de novo a sua carreira.

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.