Rodrigo Fernandes, o miúdo que Silas quer potenciar

Nome: Rodrigo Francisco Pinto Vieira Fernandes

Data de Nascimento: 23/3/2001 (18 anos)

Nacionalidade: Portuguesa

Altura: 184 cm

Posição: Médio Defensivo/Centro

Pé preferencial: Esquerdo

Clube: Sporting CP


Ainda há uns dias, para quem não acompanha os sub-23, era um mero desconhecido. Mas Silas trouxe o seu nome para o meio dos grandes ao incluí-lo na convocatória para o jogo frente ao Vitória de Guimarães. Como se isso não bastasse, fez mesmo os seus primeiros minutos com pela equipa principal. Afinal, quem é e como joga o miúdo de 18 anos que aproveitou a irresponsabilidade de Wendel?

Desde de tenra idade que Rodrigo Fernandes representa as cores do Sporting. Escalão a escalão, o médio insere-se no meio de alguns nomes a ter em conta da nova geração produzida em Alcochete. O atleta que jogava pelos juniores a época passada (de facto, ainda tem idade júnior), subiu esta temporada para a equipa de sub-23 leonina somando já um total de dez jogos e um golo.

É, segundo Silas, um dos muitos sub-23 que podem ajudar a equipa principal. De referir que o Sporting é a equipa que vai liderando neste momento a Liga Revelação com mais dois pontos que o rival Benfica. Ao interpretarmos as palavras de Silas, podemos perceber que a chamada de Rodrigo Fernandes também teve que ver com um contexto especifico fruto da situação de Wendel e de algum desgaste físico de Eduardo. O que pode querer dizer que o novo treinador dos leões não terá receio em procurar outras soluções nas camadas mais jovens num outro tipo de contextos. Mas isso não tira mérito a Rodrigo Fernandes, um dos meninos com esse sonho que acabou de ser cumprido.

Há mais de dez anos que estou a trabalhar para chegar à equipa principal. Estrear-me com 18 anos é algo com que muitas crianças sonham. (…) O momento em que entrei em campo fez-me lembrar um filme, o ‘Golo!’, porque a sensação foi muito parecida. Ver tanta gente fez-me pensar:’O que estou a fazer aqui?’. Estava muito preocupado com o primeiro contacto com a bola, que é essencial. Quando dei o primeiro toque, as coisas começaram a sair naturalmente“, revelou à Sporting TV.

Talvez o registo mais impressionante do jovem de 18 anos seja ao nível das seleções. É presença assídua nos vários escalões da seleção nacional, somando um total de 52 presenças internacionais entre os sub-16 e os sub-19. Para além disso, também fez parte do núcleo duro que Portugal levou ao Euro sub-17 em 2018 e ao Euro sub-19 em 2019. Infelizmente, nenhuma dessas competições correram bem à nossa seleção.

Trata-se de um jogador forte com boa passada, com grande presença no centro do terreno e quase exímio no desarme. É difícil passar por ele. Joga simples, apresenta qualidade no passe e denota uma inteligência tática superior para os da sua idade. Talvez isso explique o porquê de ter sido chamado para os sub-23.

Já tem Jorge Mendes a agenciar a sua carreira e acaba contrato esta época, algo que o Sporting certamente quererá rever. Mas como o próprio diz, a sua carreira acabou de começar. A chamada de Silas representa um voto de confiança no jogador, mas segue-se muito trabalho pela frente. O futuro leonino (e nacional) está em jogadores como Rodrigo Fernandes que precisam de ser potencializados da melhor maneira possível.

Fonte da Imagem: David Cabral Santos 

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Licenciado em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.