Os 100 cada vez mais perto e Cristiano Ronaldo ameaça seriamente Ali Daei

Mais que os três valiosos pontos conquistados por Portugal, a grande exibição de Cristiano Ronaldo frente à Lituânia, que culminou em quatro golos marcados, ameaça cada vez mais os principais recordes das Seleções Nacionais. Um ficou já pelo caminho.

Depois de ter feito o seu golo número 89 por Portugal no passado sábado frente à Sérvia, o capitão da Seleção das Quinas voltou a mostrar que está de pé quente e marcou esta terça-feira quatro golos à Lituânia, chegando assim aos 93 golos.

Este ‘poker’ deixa o líder da lista dos melhores marcadores por seleções da história, o iraniano Ali Daei a apenas 16 golos. O antigo internacional pelo Irão totalizou 109 golos ao serviço daquele país.

Para além disso, se marcar mais sete golos ao serviço de Portugal, CR7 entra no muito restrito clube dos jogadores a fazerem 100 golos ao serviço da sua seleção, onde só está de momento o já referido Ali Daei.

Contudo, Ronaldo não seria Ronaldo se não batesse recordes e esta noite o avançado da Juventus bateu mais um. Com estes quatro golos, Cristiano Ronaldo chegou aos 24 golos nas qualificações para Europeus, ultrapassando o antigo internacional irlandês Robbie Keane, que tinha 23.

De resto, o antigo avançado havia já pedido ao capitão português que “deixasse este recorde” aquando do seu golo frente à Sérvia. Parece que CR7 não lhe quis fazer a vontade.

Lista dos melhores marcadores por seleções nacionais:

  • Ali Daei (Irão) – 109 golos/149 jogos
  • Cristiano Ronaldo (Portugal) – 93 golos/160 jogos
  • Ferenc Puskás (Hungria/Espanha) – 84 golos/89 jogos
  • Kunishige Kamamoto (Japão) – 80 golos/84 jogos
  • Godfrey Chitalu (Zâmbia) – 79 golos/108 jogos

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.