Lembra-se de Liedson, o “Levezinho”?

Mais conhecido em Portugal como “Levezinho”, Liedson foi um dos melhores atacantes do Sporting dos últimos tempos. Nascido no Brasil, chegou a Portugal e rapidamente conquistou. Lembra-se de Liedson? 

Começou a dar os primeiros toques na bola no Poções, um clube que disputa apenas o campeonato do estado da Bahia. Passou para o Prudentópolis, uma equipa do Paraná, onde fez 15 jogos e cinco golos. Fala-se que passou ainda pelo Inter de Santa Maria por cerca de um mês, mas acabou por ser dispensado pelo clube. Não sabendo ao certo os motivos, acredita-se que Liedson terá sido dispensado pela sua estrutura baixa e baixo nível muscular. A verdade é que o Levezinho, mostrou que o Inter de Santa Maria cometeu um grande erro.

Em 2001 foi transferido para o Coritiba, onde começou a mostrar a sua qualidade. Fez 29 jogos e apontou 2o golos. Foi aí onde começou o grande interesse por Liedson. O Coritiba foi o clube que o lançou, e onde começou a surgir interesse por parte de outras equipas brasileiras. E o que aconteceu foi que no ano seguinte o Levezinho, assinou pelo Flamengo, o atual clube de Jorge Jesus. Infelizmente, o Mengão estava a atravessar uma má fase em que esteve em perigo de descida. Contudo, Liedson apareceu em 25 partidas e apontou 14 golos.

Depois de alguns desentendimentos em termos financeiros, o avançado transferiu-se para o Corinthians. Pode-se afirmar que esta foi a melhor época que Liedson fez até sair do Brasil. Conquistou o seu primeiro título ao serviço do Corinthians, o Paulistão de 2003. Depois de fazer 33 jogos e 22 golos, o Levezinho decidiu sair do futebol brasileiro, e a meio da época rumou para a Europa. Em 2003/2004, Liedson chegou ao Sporting.

Chegou com 26 anos a Portugal, e esperava-se um grande potencial do avançado. Tinha como colegas no clube leonino Joao Vieira Pinto, Ricardo e Rui Jorge. Na sua primeira época ao serviço dos leões apontou 19 golos em 36 partidas. A partir daí foi sempre a somar.

Liedson é dos melhores marcadores dos últimos tempos do Sporting. Esteve ao serviço do clube leonino oito épocas seguidas. Rapidez, agilidade e a incrível finalização, eram as incríveis características que destacavam o Levezinho. Ao longo da sua ligação com o Sporting fez 313 jogos, e apontou 172 golos. Conquistou três Supertaças e duas Taças de Portugal.

Foi em Portugal que Liedson pediu a dupla nacionalidade para poder representar a Seleção das Quinas. Depois do processo, o avançado foi convocado para o Mundial de 2014, onde a seleção portuguesa caiu nos oitavos de final. Após uma grande passagem em Portugal, Liedson voltou ao Brasil.

De regresso ao Brasil, chegou no mercado de inverno de novo ao Corinthians. Aí continuou o seu trabalho como tinha feito antes. Fez 72 jogos e 27 golos. Liedson estava feliz por voltar ao Corinthians e afirmou que não pensou duas vezes ao saber que o clube estava interessado.

No ano seguinte transferiu-se de novo para o Flamengo. A verdade é que já não era o mesmo, o avançado nesta altura já tinha 34 anos. No entanto, participou em 16 partidas e apontou quatro golos. A sua passagem pelo Flamengo foi curta devido ao seu salário, e então voltou a Portugal. Jogou pouco, mas foi decisivo. Liedson fez a assistência para o golo de Kelvin frente ao Benfica, o que lhes valeu o título. Depois de muitos anos o Levezinho foi finalmente campeão de Portugal.

Hoje em dia Liedson já não joga, mas ficam as memórias de um senhor que dava muitas alegrias aos adeptos. Sem dúvida que é um jogador que marcou a infância de várias gerações. Depois de anunciar que se ia retirar dos relvados, ainda surgiram propostas, nomeadamente do Sporting de Macau para voltar a jogar em 2015, mas não aconteceu.

João Marques

Nasci nos Açores, mais propriamente na Ilha Terceira. Actualmente estou a estudar Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. O desporto nasceu comigo e a paixão pelas letras já vem desde tenra idade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.