Curiosidades: Seleção Nacional

O futebol é um desporto que tem tanto a capacidade de nos unir como de gerar conflitos, mas no que à seleção nacional diz respeito, independentemente do clube ou até do gosto que se tenha pelo futebol, chega a ser impressionante a capacidade que esta tem de unir um povo a cantar numa só voz. Aqui ficam algumas curiosidades sobre a seleção das Quinas.

É inevitável falar da Seleção Nacional sem falar dos jogadores que defenderam as suas cores, as nossas cores. Relativamente aos jogadores com mais internacionalizações temos apenas 6 com mais de 100 jogos pela Seleção Nacional:

  • Cristiano Ronaldo (158 internacionalizações)
  • Luís Figo (127 internacionalizações)
  • João Moutinho (116 internacionalizações)
  • Nani (112 internacionalizações)
  • Fernando Couto (110 internacionalizações)
  • Pepe (106 internacionalizações)

Já relativamente a golos marcados destacam-se:

  • Cristiano Ronaldo (88 golos)
  • Pedro Pauleta (47 golos)
  • Eusébio (41 golos)
  • Luís Figo (32 golos)
  • Nuno Gomes (29 golos)

Falando dos jogadores com a melhor média de golos por jogo temos:

  • Fernando Peyroteo (0.75 golos/jogo)
  • Eusébio (0.64 golos/jogo)
  • Cristiano Ronaldo (0.56 golos/jogo)
  • Pedro Pauleta (0.53 golos/jogo)
  • Matateu (0.48 golos/jogos)

Relativamente aos selecionadores e ao número de jogos e golos, que cada um teve à frente da equipa Nacional ressalvam-se:

  • Luiz Filipe Scolari (74 jogos e 144 golos)
  • Fernando Santos (64 jogos e 118 golos)
  • Carlos Queiroz (49 jogos e 75 golos)
  • Paulo Bento (47 jogos e 91 golos)
  • António Oliveira 44 jogos e 102 golos)

Um dado interessante é que destes o que tem um maior percentual de vitórias é Fernando Santos, com 59,38% de Vitórias (38 jogos) sendo também o que tem o mais baixo percentual de derrotas com apenas 15,62% dos jogos perdidos (10 jogos).

O primeiro jogo da Seleção Nacional realizou-se a 18 de dezembro de 1921, frente à Espanha e culminou numa derrota da Seleção da Quinas por 2-1, numa altura em que se decidiu implementar a “Liga Experimental”. Já falando de triunfos só em 18 de junho do ano de 1925 é que os portugueses experimentaram pela primeira vez o sabor da vitória, contra a Itália (1-0).

Nas maiores goleadas temos 3 jogos com o mesmo resultado (8-0), resultados esses conseguidos frente ao Liechtenstein (por duas vezes) e ao Kuwait. Na pior goleada de sempre: o “massacre” de 10-0 frente à Inglaterra.

 

Tiago Domingos

Lourinhanense de gema, estuda gestão no ISCTE-IUL. Tem como hobbie a escrita e como paixão o futebol!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.