Aos 40 anos de idade, Diego Forlán diz adeus aos relvados

O histórico avançado uruguaio, Diego Forlán, anunciou esta terça-feira que, aos 40 anos, vai pendurar as botas e retirar-se do futebol profissional. A decisão surge numa altura em que este já não jogava há mais de um ano.

Numa entrevista ao canal uruguaio Telemundo, Forlán anunciou que decidiu “deixar de jogar futebol de forma profissional” e que não se tratou de uma decisão fácil. Rvelou ainda ter recebido propostas de alguns clubes nas últimas semanas. “Recentemente tive uma oferta para jogar, mas procurei várias desculpas para não a aceitar. Tornei-me mais seletivo e estava cada vez mais difícil prosseguir.

Diego Forlán contou com passagens por um total de dez clubes na sua carreira, nomeadamente, Manchester United, Villarreal, Atlético de Madrid e Inter Milão. Já numa fase final da sua carreira representou ainda o Internacional (Brasil), o Cerezo Osaka (Japão), Peñarol (Uruguai), Mumbai City (Índia) e Kitchee (Hong Kong). Profissionalmente, tudo começou no Independiente, da Argentina.

Mais que clubes, Diego Forlán fez um total 822 jogos e 313 golos na sua carreira. Desses, 112 foram ao serviço da Seleção Principal do Uruguai, onde marcou 36 golos.

Foi também considerado o melhor jogador do Mundial 2010, na África do Sul, e o melhor marcador da Europa na temporada 2008/09. Somou um total de 11 títulos ao longo da sua carreira.

 

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.