Cristiano Ronaldo foi o segundo desportista mais bem pago do Mundo no último ano

A revista “Forbes” lançou esta terça-feira a sua classificação anual dos desportos mais bem pagos do mundo entre o período de junho de 2018 e junho de 2019. Cristiano Ronaldo surge em segundo lugar na classificação, só atrás de Lionel Messi.

De acordo com a análise da famosa revista americana de negócios e economia, o capitão da Seleção de Portugal e jogador da Juventus totalizou 96,3 milhões de euros no referido período de tempo.

O astro português fica apenas atrás do seu eterno rival argentino e jogador do Barcelona, Lionel Messi, que no mesmo período de tempo arrecadou quase mais 20 milhões de euros, totalizando 112,2 milhões de euros. Destes 81,2 milhões correspondem a salários, enquanto que 31 milhões de euros correspondem a patrocínios.

O pódio tem a peculiaridade de ser composto apenas por futebolistas. Messi e Ronaldo são acompanhados do brasileiro Neymar, jogador do PSG, com um rendimento anual de 92,7 milhões de euros. Já muito próximo do valor de Cristiano Ronaldo.

Criado há 19 anos, este ranking da “Forbes”  apenas teve um total de quatro desportistas a figurar o seu primeiro lugar. O golfista Tiger Woods já arrecadou o primeiro lugar por 12 vezes, o pugilista Floyd Mayweather por quatro vezes, Cristiano Ronaldo por duas e agora Lionel Messi pela primeira vez.

Depois dos três futebolistas segue-se o pugilista mexicano Saul ‘Canelo’ Alvarez, com ganhos anuais na ordem dos 83 milhões de euros, e o tenista suíço Roger Federer, muito perto de Saul, com uma receita de 82,5 milhões de euros.

Quanto ao resto do Top 10, este conta ainda com dois jogadores de futebol americano, Russell Wilson (79 milhões de euros) e Aaron Rodgers (78,8 milhões de euros), e três atletas da NBA – LeBron James (78,6 milhões de euros), Stephen Curry (70,4 milhões de euros) e Kevin Durant (57,7 milhões de euros).

A única desportista feminina a surgir na classificação é a tenista norte-americana Serena Williams. Apesar de ter estado uma parte do ano lesionada, Serena arrecadou um total de 25,7 milhões de euros, ficando com o 63º lugar dos 100 nomes da lista.

 

Francisco Carvalho

Desde tenra idade que duas paixões me cativaram, desporto e a escrita, sendo a sua união o cenário ideal. Cedo percebi que com esforço e dedicação poderia juntar uma paixão a uma profissão, sendo o jornalismo a resposta. Numa geração onde a banalização e a desvalorização da informação são recorrentes, quero mostrar a relevância do mundo jornalístico em toda esta sociedade cativante que nos rodeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.