Holanda vence Inglaterra e defronta Portugal na final da LDN

A Holanda venceu a Inglaterra por 3-1 no Estádio D. Afonso Henriques, apurando-se para a final da Liga das Nações. O encontro teve que ir a prolongamento e Promes, um suplente de luxo, assumiu o protagonismo com dois golos.

Foi a Inglaterra a primeira a marcar no encontro, beneficiando duma grande penalidade aos 32′. De Ligt perdeu a bola na grande área e cometeu falta em seguida. Marcus Rashford converteu com sucesso o penalti.

O empate da Holanda veio na segunda parte, aos 73′, pela cabeça de De Ligt, na sequência de um canto. O jovem do Ajax emendou assim o erro do penalti. Aos 82′, a Inglaterra marcou um belo golo de contra-ataque, finalizado por Lingard, mas este foi invalidado por fora-de-jogo do “Red Devil”.

O jogo foi para prolongamento e Quincy Promes, extremo do Spartak Moscovo, assumiu o protagonismo do jogo ao aproveitar dois erros da defensiva inglesa. Primeiro por John Stones, aos 97′, que perdeu a bola infantilmente para Depay. O holandês rematou, Pickford defendeu por instinto e Promes aproveitou a baliza aberta para marcar com golo (com um desvio decisivo na perna de Walker). Depois foi Ross Barkley que perdeu a bola na grande área e, mais uma vez, Depay ganhou e Promes converteu.

A primeira final da Liga das Nações será disputada às 19h45 do próximo domingo, dia 9, entre Portugal e Holanda.

David Silva

Lourinhanense de gema, é estudante de Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Tem como hobby a escrita, e como paixão o futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.