Lembra-se de… Steve McManaman, o primeiro galáctico inglês

English footballer Steve McManaman of Liverpool FC, UK, 18th April 1996. (Photo by Tim Roney/Getty Images)

Nome completo: Steven McManaman

Nascimento: 11 de fevereiro de 1972

Local: Bootle, Inglaterra

Nacionalidade: Inglesa

Altura: 1.85m

Posição: Extremo Esquerdo

Clubes: Liverpool; Real Madrid; Manchester City

Steve McManaman não foi o primeiro inglês a jogar pelo Real Madrid (o primeiro foi Laurie Cunningham), mas é por esta passagem por Espanha que é mais conhecido. Fez parte da equipa dos Galácticos, e partilhava balneário com jogadores como Iker Casillas, Roberto Carlos, Raúl González, Fernando Hierro, Luís Figo, Claude Makélélé e Zinedine Zidane.

Liverpool FC

Mas comecemos pelo início. Steven McManaman nasceu a 11 de fevereiro de 1972, em Bootle, perto de Liverpool. Ainda jovem torcia pelo Everton, mas após a apresentação do pré-contrato por parte dos toffees, o pai dele recusou devido a proposta ser apenas de um ano. O Liverpool apresentou depois uma proposta de dois anos, na qual propunham que McManaman fosse o substituto de John Barnes no futuro, sendo que esta proposta agradou aos pais de Steve, e assim o jogador começou a sua carreira no clube de Merseyside. Passou pelos escalões de formação com grande sucesso e fez a sua estreia frente ao Sheffield United, a 15 de dezembro de 1990, em Anfield. Após uma primeira época (completa) em que fez 51 jogos (com apenas 19 anos), McManaman completou duas épocas em que abrandou o seu rendimento. Em 1994/95, voltou ao topo da sua forma, mas teve um retrocesso após uma confusão em campo com Bruce Grobbelaar, após um golo sofrido cuja culpa Grobbelaar punha em McManaman.

Felizmente, a época acabou da melhor forma. O Liverpool ganhou a Taça da Liga frente ao Bolton, por 2-1, numa final na qual McManaman marcou os dois golos, naquela que foi chamada de “McManaman Final”.

Steve McManaman, Liverpool (Photo by Laurence Griffiths/EMPICS via Getty Images)

Em 95/96, McManaman era já um jogar regular e considerado um dos melhores da equipa. Era elogiado pelos colegas e pelos rivais, devido à sua capacidade de drible e pela sua versatilidade em campo, podendo jogar na ala, no meio atrás dos avançados ou até mesmo como ponta-de-lança. Era também um dos jogadores que mais assistências fazia na liga.

Nesse ano, as coisas começaram a correr mal para McManaman e companhia. Juntamente com Ian Fowler e Michael Owen, eram chamados de “spice boys”, devido à utilização de roupa cara e devido às ações muitas vezes disruptivas que tinham dentro e fora de campo. Devido a estes factos ou não, o contrato de Steve McManaman acabava em 1999, e dois anos antes o Liverpool não conseguiu renová-lo. Com medo que se transferisse a custo zero, os reds começaram a procurar interessados. O Barcelona tentou levá-lo 3 vezes para a Catalunha, oferecendo cerca de 14 milhões de euros. As duas primeiras tentativas foram recusadas pelo clube, e a terceira acabou devido ao interesse do Barcelona em Rivaldo. O tempo passou, e apesar de McManaman já ser capitão de equipa, ainda não tinha o contrato renovado. O Real Madrid chegou-se à frente e levou o jogador em 1999, a custo zero, para a capital espanhola.

No Liverpool, Steve McManaman venceu 1 Taça, 1 Taça da Liga e 1 Supertaça. Completou 364 jogos e marcou 66 golos.

Real Madrid CF

29 Aug 1999: Steve McManaman of Real Madrid celebrates his 69th minute goal during the Spanish Primera Liga match between Real Madrid and Numancia at the Bernabeu Stadium, Madrid, Spain. Real went on to win 4-1. Mandatory Credit: Ben Radford /Allsport

Steve McManaman fez a sua estreia como blanco a 22 de agosto de 1999 frente ao Mallorca, marcou uma semana depois frente ao Numancia, e estabeleceu-se como titular na sua primeira época. Também nessa época venceu a sua primeira Liga dos Campeões, frente ao Valencia jogo que ganharam por 3-0, e no  qual o inglês marcou um golo.

Na época seguinte, a chegada de Florentino Pérez mudou o seu estatuto na equipa. Com o novo presidente chegaram jogadores como Luís Figo, Flávio Conceição e Claude Makélélé. De repente, e apesar de uma primeira época em que realizou 50 jogos, McManaman era substituto do Real Madrid. Esta situação gerou alguma controvérsia, porque Steve não queria sair e recusou propostas de vários clubes ingleses e italianos, para poder continuar em Espanha. O balneário, no geral, estava indignado pela forma como McManaman estava a ser tratado por Vicente del Bosque (treinador à época). Assim, o extremo inglês foi vendo o seu tempo de utilização reduzido durante as restantes 3 épocas que permaneceu em Madrid.

Na penúltima época, ainda concretizou 41 jogos, vencendo a sua segunda Liga dos Campeões. No entanto, na última apenas concretizou 27 jogos, e a chegada de David Beckham obrigou o inglês a procurar outras paragens.

No clube da capital espanhola, Steve McManaman concretizou 152 jogos e marcou 14 golos. Venceu 2 Ligas, 1 Supertaça, 2 Ligas dos Campeões, 1 Taça Intercontinental e 1 Supertaça Europeia.

Steve McManaman, Manchester City (Photo by Neal Simpson/EMPICS via Getty Images)

Manchester City FC

Steve McManaman terminou a sua carreira no Manchester City. Não venceu nenhum título, nem marcou nenhum golo, em todos os 44 jogos que realizou. No entanto, a sua influência no balneário e no estilo de jogo da equipa contribuiu para uma boa série de vitórias e para a qualificação para a Taça UEFA. Entretanto o extremo inglês perde o seu lugar, para a crescente promessa Shaun Wright-Phillips, e em 2005, com 33 anos, termina a sua carreira.

Seleção Inglesa

Sport, Football, pic: 24th April 1996, International Match, England 0 v Croatia 0, Steve McManaman, England, who won 37 England international caps between 1995-2002 (Photo by Popperfoto/Getty Images)

Steven McManaman foi pouco utilizado pela seleção inglesa. Fez apenas 37 jogos, nos quais marcou 3 golos. Estreou-se em 1994, num amigável frente à seleção nigeriana. Participou em 3 fases finais pela sua seleção: Europeu de 1996, Mundial de 1998 e Europeu de 2000. Apenas em 1996 Inglaterra fez uma boa prestação, chegando às meias-finais. A partir de 2001, Steve McManaman eclipsou-se e pouco mais jogou com a camisola dos três leões.

 

 

 

 

 

Aqui ficam alguns dos melhores momentos de Steve McManaman.

 

FOTO: https://www.joe.ie/uncategorized/mighty-mac-steve-mcmanaman-359582

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.