Pedro Pelágio: Madeirense em rápida ascensão

Nome: Pedro Henrique Rocha Pelágio

Data de Nascimento: 21/04/2000 (18 anos)

Posição: Médio Centro

Nacionalidade: Portuguesa

Clube atual: C.S Marítimo


Dos juniores até à equipa A em apenas uma época, Pedro Pelágio tornou-se uma peça imprescindível no onze de Petit. O jovem jogador, ainda júnior de segundo ano, começou a época dividida entre os juniores e a formação sub-23. Foi uma mera questão de tempo até se estrear nos campeonatos profissionais pela equipa B que milita no Campeonato Nacional de Seniores. No entanto, as qualidades do jovem jogador madeirense chamaram a atenção de Petit, que viria a confiar a titularidade a Pelágio na estreia pela formação principal do Marítimo, num jogo disputado contra o Estoril em dezembro do ano passado.

Fonte : Fernando Curado Matos

O jovem atleta, que sempre representou os verdes e rubros, destaca-se, sobretudo, pela sua capacidade de passe e boa tomada de decisão. Características que são raras para um jogador da sua tenra idade, dentro das quatro linhas é possível ver um jogador maturo que não demonstra qualquer tipo de ansiedade ou nervosismo com a bola no pé.

A entrada de Pelágio na equipa coincide também com o melhor momento que a equipa madeirense atravessa na luta pela manutenção. O médio, que é neste momento um titular indiscutível, também já se estreou pelas seleções jovens, contando com duas internacionalizações pela seleção portuguesa de sub19.

Com a recente mudança de sistema tático do técnico, do 4x3x3 para o 4x4x2, Pelágio passou a ter mais responsabilidades defensivas do que tinha quando entrou para o onze. No entanto, o jogador continua a apresentar a mesma regularidade apesar das mudanças promovidas pelo treinador dos insulares. Já não pressiona no meio campo adversário, mas oferece o equilíbrio desejado juntamente com o seu parceiro de sector (na maioria das vezes Vukovic). Começou por ter a função disputar segundas bolas no auxílio ao ponta de lança, mas com o seu reajustamento no onze titular tem agora também a obrigação de participar na construção de jogo da sua equipa, desempenhando a função crucial de fazer a ligação entre a defesa e o ataque da equipa. Posto isto, é seguro afirmar que Pelágio é um jogador versátil e com grande cultura tática, algo que não é fácil de encontrar em equipas que lutam pela manutenção.

No que diz respeito aos números, Pelágio já efetuou 36 jogos oficiais distribuídos pelos sub-19, sub-23, equipa B, e a formação principal. Os seus seis golos marcados até agora dizem-nos que tem capacidade de chegada à área adversária e finalizar com qualidade.

Pedro Pelágio tem tudo para crescer em todos os aspetos do jogo e possivelmente aspirar a outros voos.  Veremos se continua a abrilhantar o jogo da formação insular e até onde esse protagonismo o pode levar.

Francisco Alves

Da Ilha da Madeira para o Mundo. Estudante de Jornalismo na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e eterno amante do desporto rei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.