Depois dos milhões, a desilusão. A ressaca da derrota europeia do PSG

Depois da surpreendente derrota com o Manchester United e consequente eliminação da Liga dos Campeões, a desilusão abateu forte no seio dos equipa parisiense. 1,149,100,000 euros: este é o número gastador do PSG desde 2011. Dá uma média de cerca de 150 milhões de euros gastos por época. Cavani, Di Maria, Neymar e Mbappé são os nomes mais sonantes (e mais caros). Ninguém gastou tanto como o PSG estes últimos tempos, mas o projeto multi-milionário de Al-Khelaifi caiu mais uma vez. Ganhar campeonatos em França nunca foi o objetivo do dono do clube. O plano, e daí os contínuos investimentos significativos, foi sempre a Liga dos Campeões.

A desilusão fez-se sentir logo após do final do encontro. De acordo com vários jornais, o líder do PSG foi visto a pontapear uma porta, após a derrota como o Manchester United por 3-1. Outro dos grandes irritados com a derrota do PSG foi Neymar, que nem marcou presença na partida por lesão. O brasileiro demonstrou o seu descontentamento nas redes sociais e queixou-se do VAR. “É uma vergonha. Põem quatro tipos que não sabem de futebol a analisar uma jogada”, afirmou.

A fúria de Neymar não ficou por aí. Também contam os jornais franceses que o avançado terá tentado, logo após o apito final do jogo, entrar no balneário do árbitro, Damir Skomina. Não chegou a fazê-lo porque o próprio pessoal do PSG o impediu.

Já se apontam culpados e até já se fala numa possível “limpeza da casa”. De facto, o dinheiro não é tudo.

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Atualmente a tirar a licenciatura em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.