Quem te viu e quem te vê: Tim Wiese, de guarda-redes da Mannshaft a lutador de Wrestling

Tim Wiese nasceu a 17 de dezembro de 1981 em Bergisch Gladbach, na Alemanha. Defendeu as balizas de clubes como Werder Bremen e Hoffenheim e participou em seis jogos pela Mannschaft. Hoje, retirado do mundo do futebol desde 2014, é lutador profissional de WWE.

Das reservas para a Bundesliga 

No final dos anos 90, o jovem guarda-redes completava a sua formação no Bayer Leverkusen, antes de seguir para o SC Fortuna Köln. Aí, Wiese fez a sua estreia enquanto profissional no ano 2000.

As boas exibições levaram o então jovem guardião ao Kaiserslautern. Wiese começou nas reservas, mas depressa chegou à equipa principal. Estreou-se na Bundesliga na época 2002/2003 e depressa foi rotulado como um dos melhores jovens guarda-redes do Campeonato Alemão. Alguns erros, no entanto, e a veterania de outros jogadores, empurraram-no para o banco em certas ocasiões.

Tim Wiese esteve no Kaiserslautern entre 2001 e 2005

Werder Bremen

Em 2005, Tim Wiese chegou ao Werder Bremen e assumiu o posto de Andreas Reinke, guardião cuja carreira se aproximava do fim. Na época 2006/2007, o guarda-redes tornou-se o número 1 da equipa alemã e não mais largou o lugar. Nesse mesmo ano, o Werder Bremen venceria a extinta Taça da Liga Alemã.

Tim Wiese tornou-se mesmo uma das principais figuras da equipa. Na época 2008/2009, então com 27 anos, levou o Werder Bremen à final da Taça Alemã quando defendeu três grandes-penalidades consecutivas frente ao Hamburgo. Numa final com o Bayer Leverkusen, a equipa de Wiese acabaria mesmo por conquistar o troféu, vencendo o adversário por 1-0 a 30 de maio de 2009.

Wiese vestiu a camisola do Werder Bremen durante sete anos. Entre 2005 e 2012, realizou 267 partidas pela equipa alemã.

Este slideshow necessita de JavaScript.

1899 Hoffenheim e o fim da carreira 

1899 Hoffenheim seria o último clube que Wiese viria a representar enquanto profissional. Chegado em 2012, foi nomeado capitão de equipa mas um mau arranque de época e algumas lesões viriam a ditar a saída do jogador da equipa. Numa época, o guarda-redes, então com 31 anos, completou apenas 11 jogos. 

No Hoffenheim, Wiese participou em apenas 11 partidas, na época 2012/2013

A 17 de setembro de 2014, Wiese viria a anunciar o fim da sua carreira de futebolista profissional, declarando que deixava para trás os seus “melhores anos”. Ainda assim, voltaria aos relvados uma vez mais, agora para o futebol amador. Em 2017, com 35 anos, vestiu a camisola do SSV Dillingen, equipa do oitavo escalão do futebol germânico. Wiese participou em apenas uma partida: uma derrota por 2-1 frente ao TSV Haunsheim, a 1 de abril daquele ano.

Mannshaft

As boas exibições do jogador ao serviço do Werder Bremen valeram-lhe a chamada para defender a Seleção Nacional do seu país. Decorria o ano de 2008 e, ao 19º dia do mês de novembro, Wiese estreou-se numa partida frente à Inglaterra, entrando para substituir o lesionado René Adler na segunda parte.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tim Wiese fez parte da squad alemã no Mundial 2010 e esteve no Euro 2012, mas foram escassas as oportunidades de que dispôs para defender a baliza germânica. Ao todo, foram apenas seis as partidas que Tim Wiese disputou pela Seleção A de futebol.

WWE – a carreira de lutador 

Depois de terminada a carreira de jogador profissional de futebol, Wiese entrou no mundo da luta-livre e assinou um contrato com a WWE em 2014. O antigo guardião foi convidado pelo lendário Triple H a treinar nos recintos oficiais da WWE e estreou-se profissionalmente a 3 de novembro de 2016, em Munique. No combate de estreia, venceu Primo, Epico e Bo Dallas ao lado de Cesaro e Sheamus.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Rui Casanova

Sou natural de Portalegre e resido em Lisboa, onde estudo Ciências da Comunicação na NOVA-FCSH. O Futebol está no sangue da minha família desde sempre e materializo a paixão pelo desporto rei através da escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.