Final da Libertadores já obrigou a Policia espanhola a deportar líder dos “ultras” do Boca

A final da Taça Libertadores a realizar em Madrid no próximo domingo, impõe um duelo com uma rivalidade histórica e a cidade está sob vigilância máxima, tendo já obrigado a policia de Madrid a deportar o líder da claque do Boca Juniors.

A polícia espanhola informou hoje, que um dos líderes dos “ultras” do Boca Juniors foi detido no aeroporto de Madrid e foi de imediato, deportado para a Argentina. Maxi Mazzaro é considerado um dos líderes mais perigosos e tem vários antecedentes criminais.

A Policia espanhola comunicou via Twitter a ocorrência: “A polícia encontrou, esta noite, no aeroporto Adolfo Suárez Madrid Barajas um dos líderes de claque mais perigosos, com muitos antecedentes. Esta pessoa foi deportada para a Argentina. O futebol não é violência”

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e dela, faz parte o futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os artistas brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.