Bayern Munique goleia e as águias estão fora da Champions

O Bayern goleou hoje (27) o Benfica por 5-1, em Munique, materializando o fim do sonho encarnado na luta por um lugar na Liga dos Campeões. 

Se contra o Ajax as oportunidades dos encarnados foram muitas, contra o Bayern foram praticamente inexistentes. Na antevisão ao jogo, Rui Vitória dizia “mais do que atacar muito, quero é atacar bem”. O problema foi desde logo o “atacar”. Um conceito que praticamente não existiu durante os 90 minutos jogados pelo Benfica.

Começava o jogo na Allianz Arena e os primeiros dez minutos refletiam a má forma de resultados das duas equipas. Um Bayern muito dominante mas com pouca eficácia para concretizar o maior fluxo ofensivo e um Benfica que não conseguia ter bola, mas que apostava bastante no contra-ataque. Os alemães, como já tinha acontecido nos últimos jogos, tinham dificuldade em travar estas transições ofensivas muito rápidas, recorrendo a várias faltas estratégicas.

Aos 13 minutos, Robben rompe com esta incapacidade da equipa finalizar e acaba efetivamente por marcar, através de uma jogada individual de grande qualidade. Os alemães iam tendo mais bola e mais oportunidades de golo.

Os encarnados não conseguiam passar para lá do meio-campo e o Bayern, aos 29 minutos, alargava a vantagem com mais um golo de Robben.

As contas iam ficando cada vez mais pesadas e Lewandowski, na sequência de um canto, faz o terceiro golo.

Chegávamos ao intervalo com um resultado de 3-0. Vlachodimos ainda negou dois lances “quase-golo” aos alemães, mas os encarnados ficaram a ver jogar durante os 45 minutos da primeira parte.

A saída de Pizzi ao intervalo, para a entrada de Gedson Fernandes veio resultar no único golo que a equipa de Rui Vitória conseguiu materializar. Houve, de facto, uma melhoria na finalização, face ao jogo com o Ajax. Porém, as oportunidades eram escassas. Uns segundos após o apito que dava inicio à segunda parte, o Bayern perde a bola no seu meio-campo defensivo e o Benfica reduz a desvantagem.

Cinco minutos depois, Lewandowski, novamente na sequência de um canto, alargava a vantagem dos alemães.

O jogo continuava com um Benfica completamente apático incapaz de chegar com perigo às redes de Neuer, até que Ribery sela o resultado final da partida, numa goleada de 5-1 que colocava os encarnados fora da luta por um lugar nos oitavos-de-final da Champions.

Até ao fim do jogo o Bayern foi controlando o resultado sem grandes riscos e o Benfica pouco fez.

Ainda assim, nem tudo é mau para os encarnados. Com a derrota do AEK, a equipa de Rui Vitória é apurada automaticamente para a Liga Europa, uma vez que os gregos ainda não somaram qualquer ponto nesta edição da liga milionária.

João Dias

Natural de Alcobaça, frequenta a licenciatura de Ciências da Comunicação na NOVA FCSH. É movido pelo amor à escrita e sonha concretizar essa paixão nas áreas ligadas ao desporto, cultura e atualidade. É praticante de Badminton e fã de Game of Thrones, nas horas vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.