Sandro Tonali, o aprendiz do Maestro

Nome: Sandro Tonali

Data de nascimento: 2000-05-08

Nacionalidade: Itália

Peso: 75 kg

Altura: 181 cm

Posição: Médio

Número: 4


Sandro Tonali foi a grande surpresa da última convocatória de Mancini para a Seleção A italiana. No entanto, o médio de apenas 19 anos já não é surpresa nenhuma para os adeptos do Brescia. O clube da histórica cidade da Lombardia teve na sua própria história recente um grande protagonista: Andrea Pirlo. O ex-internacional italiano fez a sua formação no clube dos treze aos dezanove anos, tornando-se o mais jovem de sempre a estrear-se pelo Brescia, com apenas 16 anos.

Depois de Pirlo, Baggio, Hagi, Guardiola… Tonali parece ser o herdeiro de grandes médios que passaram no Brescia. O número quatro da “Leonessa” partilha da mesma classe desses ex-atletas, num estilo de jogo muito semelhante ao de Pirlo. É um médio que joga numa posição recuada e organiza o jogo “com pinças”, sempre de cabeça levantada. Procura e encontra boas soluções de passe, mesmo que tenha de fazer passes longos. Para além disso, faz um bom trabalho de pressão no adversário.

Sandro poderá enfrentar a seleção portuguesa no sábado, mas isso não é novidade para ele. O seu percurso recente coincidiu com a seleção portuguesa de sub-19, no europeu da categoria, disputado neste verão. Neste caso, é uma memória amarga para Tonali, já que Portugal, que se sagrou campeão no torneio, bateu a seleção italiana na final. Aliás, Portugal é o adversário internacional que melhor conhece, depois de quatro encontros.

 Em 29 julho, Tonali perdeu o Euro Sub-19 para Portugal. Este sábado, o médio terá uma oportunidade para se vingar dos lusos.

Na época passada, deu o salto da equipa “primavera” do Brescia para a equipa principal, que disputava, e continua a disputar a Série B. Participou em 19 jogos, marcou dois golos e fez o mesmo número de assistências. Recebeu também três cartões amarelos.

Já nesta temporada, Tonali é titular indiscutível, tendo participado em 11 jogos, 1 golo, 4 assistências. Depois de 15º lugar na época passada, o Brescia só perdeu uma vez para o campeonato, e poderá ascender ao terceiro lugar do campeonato na próxima jornada, sob o comando de Corini.

Uma Itália que precisa urgentemente de renovação tem todo o interesse em extrair o melhor de jovens como Tonali, Kean, Barella, Donnarumma ou Chiesa. Numa competição de menor nível competitivo como a Liga das Nações, faz todo o sentido que Mancini introduza alguns destes valores às lides da seleção principal. E prevêm-se voos altos para Sandro Tonali, que, por enquanto, tem contrato com o Brescia até 2021.

Veja Sandro Tonali em ação:

 

 

David Silva

Lourinhanense de gema, é estudante de Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Tem como hobby a escrita, e como paixão o futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.