José Mourinho: “Se chover em Londres, se houver problemas com o Brexit, será por culpa minha”

José Mourinho após a difícil vitória desta tarde sobre o Newcastle (3-2), esteve igual a si próprio na conferência de imprensa.

O técnico português mostrou a sua indignação: “Tenho 55 anos e é a primeira vez que vejo uma perseguição”

Mourinho alega saber lidar com a situação mas sente que os seus jogadores tem sofrido, com a perseguição que lhe é feita: “Até posso lidar com isso e consigo viver com isso. Mas, alguns dos meus jogadores, até por não serem quem está a ser perseguido, não estão a lidar bem com a situação, bastou ver a forma como começámos o jogo, eles estavam em pânico e a cada bola na nossa área… Cheguei a pensar que iríamos marcar na própria baliza”

O encanto do futebol começa a ser afectado pela maldade alheia, acrescenta o mister do United: “Entendo certas coisas na natureza humana e nesta indústria do futebol. Costumava gostar disso, ainda continuo a gostar, mas é diferente. Há demasiada maldade em algo que deveria ser só belo. Aguento com tristeza, mas porque sou crescido”

A pressão e os rumores de que está iminente o seu despedimento, não afectam o português: “Vou para Londres agora e, como um amigo meu disse, se chover em Londres será por culpa minha, se houver problemas com o Brexit, será por culpa minha. Julgo que há demasiada maldade, é uma clara perseguição”, concluiu.

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e dela, faz parte o futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os artistas brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.