Curiosidades: Um olhar diferente sobre a Liga Europa

Depois de uma semana repleta de jogos da Liga Europa, O AMBIDESTRO traz-lhe, na rubrica “Curiosidades” desta semana, os factos e os números mais interessantes sobre o torneio.

A História da prova remonta a 1955 quando no dia 18 do mês de abril nasceu a Taça das Cidades com Feiras. Mais tarde, a UEFA assumiu a organização da prova e alterou o seu nome para Taça UEFA.

A atual denominação, Liga Europa, foi estabelecida na época 2009-2010. A final de 12 de maio entre Atlético Madrid e Fulham seria a primeira da História com o nome Liga Europa. A partida terminou com a vitória dos colchoneros sobre os ingleses por 2-1.

Desde o nascimento da prova, o número total de edições disputadas foi 48 (8 desde a denominação Liga Europa).

Quantas equipas, no total, já venceram a competição? A resposta é 28, sendo o Sevilha a equipa que mais vezes levantou o troféu: a equipa espanhola já venceu a Liga Europa por cinco vezes e possui igualmente o recorde de mais títulos seguidos – 3 (2013/2015, 2014/2015, 2015/2016).

A Liga Europeia já foi disputada por um total de 641 equipas. O Inter de Milão possui o maior número de jogos disputados (175) e é também a equipa mais goleadora da prova, com 261 golos marcados.

O Futebol Clube do Porto já venceu a competição por 2 vezes (2002/2003 e 2010/2011).

A final de 2010/2011 foi disputada entre duas equipas portuguesas: FC Porto e Sporting de Braga. O jogo terminou com a vitória dos dragões por 1-0, com golo de Radamel Falcao. O atacante colombiano foi mesmo o melhor marcador da prova nesse ano, com 17 tiros certeiros.

O jogador que mais vezes disputou esta competição europeia foi Bergomi, defesa do Inter, com 96 jogos realizados e o atacante sueco Larsson, com 31 golos marcados, é o melhor marcador da prova.

O defesa italiano Fabio Cannavaro foi expulso num total de 4 vezes, sendo o jogador com mais expulsões nesta prova.

A Liga Europa é uma competição que recebe os clubes que obtiveram a melhor classificação nas várias ligas nacionais mas que, no entanto, não se apuraram para a Liga dos Campeões.

É a segunda mais importante prova no contexto europeu de clubes e tem vindo a ser cada vez mais valorizada no panorama do futebol do Velho Continente.

Rui Casanova

Natural de Portalegre e a residir em Lisboa, onde estuda Ciências da Comunicação na NOVA-FCSH. O Futebol está no sangue da família, e a oportunidade de escrever veio materializar a paixão pelo desporto rei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.