Alfa Semedo herói em vitória arrancada a ferros

9 jogos depois, o Benfica volta vencer na Champions. Alfa Semedo assumiu o papel de herói improvável num jogo em que os encarnados estiveram a liderar por 2-0, mas que acabou com um final muito sofrido para a equipa portuguesa.

Depois da derrota sofrida em casa frente ao Bayern, o jogo de hoje frente à equipa do AEK, cuja última participação na Champions tinha sido em 2006, tornava-se de extrema importância. O Benfica tinha pela frente um adversário teoricamente inferior e por isso, possuía a obrigação de trazer os 3 pontos para casa.

Nos primeiros 45 minutos da partida, a inferioridade dos campeões gregos em relação aos comandados de Rui Vitória foi visível. Entrada forte das águias no encontro e aos 15 minutos verificava-se um 0-2 no marcador. Seferovic e Grimaldo beneficiaram da passividade da defensiva grega e não tiveram dificuldades em encontrar o caminho do golo. Depois de alcançada uma vantagem (aparentemente) confortável, os vice-campeões nacionais baixaram o ritmo de jogo e começaram a gerir a posse da bola. A turma de Atenas ia tentando ameaçar com bolas em profundidade para os seus extremos, mas sem sucesso. Quando tudo parecia controlado, eis que surge a expulsão de Rúben Dias. O central português, que já tinha um cartão, entra de forma imprudente sobre o adversário, recebe o segundo amarelo e consequente ordem de expulsão em cima do intervalo. De repente, uma vantagem segura tornou-se curta para uma segunda parte inteira em inferioridade numérica.

Ao intervalo, Rui Vitória tentou equilibrar a equipa defensivamente ao substituir Salvio por Lema, mas o plano saiu furado. Em menos de 20 minutos o AEK chegou ao empate. A extrema passividade demonstrada pela defesa encarnada foi fatal e um jogo que parecia ganho tomava agora contornos muito complicados para o clube da Luz. Até que apareceu Alfa Semedo. Numa jogada individual, o médio, que na época passada atuou no Moreirense, recuperou a bola, levou-a até à entrada da área adversária e desferiu um remate potente que só acabou nas redes de Barkas. A 15 minutos do fim, o Benfica colocava-se de novo na frente do marcador e de lá não mais saiu.

Apesar do erro de Rúben Dias, que esteve perto de deitar tudo a perder, o Benfica soube reagir ao empate do AEK e Alfa Semedo foi o salvador da equipa, acabando assim com a fase negra de 8 derrotas consecutivas para a Champions, somando 3 pontos importantes na luta pela qualificação para a próxima fase. Na próxima jornada, as águias defrontam o Ajax em Amesterdão, naquele que será um dos jogos mais importantes da caminha encarnada na liga milionária.

Daniel Sousa

Nascido e criado na Ilha da Madeira e neste momento a estudar Ciências da Comunicação na FCSH. Com um gosto enorme pelo futebol e pela escrita, está sempre aberto a novos desafios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.