Sporting regressa às vitórias, e serenidade regressa a Alvalade

O Sporting regressou este sábado às vitórias, após receber e vencer o Marítimo por 2-0. Bruno Fernandes, de penalty, e Montero foram os autores dos golos.

Na ausência, com alguma polémica à mistura, de Nani, Jovane entrou diretamente para o jogo, e Petrovic substitui o lesionado Battaglia.

Depois da derrota na jornada passada frente ao Braga, o Sporting queria dar uma resposta positiva em casa, frente aos seus adeptos. E começou o jogo praticamente a vencer. Como já é habitual, Jovane é sempre uma seta apontada há baliza adversária, e perto do minuto 12  teve uma abertura soberba para Raphinha, que acabou derrubado por Amir. Frente a frente com o guarda-redes iraniano, Bruno Fernandes não vacila e inaugura o marcador para os verdes e brancos.

Com o marcador favorável à equipa da casa,  o Maritimo tentava reagir à desvantagem,mas  foi o Sporting que de livre aumentou a vantagem. Livre de Rapnhinha perto da bandeirola de canto, e Montero, que se estreou a marcar esta época, amplia a vantagem para 2-0.

Com o resultado favorável, o Sporting abrandou o ritmo e procurou gerir a posse de bola. Já que na primeira parte o Maritimo, foi sempre uma equipa apática e sem ideias. Excepção feita  para os instantes finais da primeira parte, em que só um corte providencial de Marcos Acuña evitou que Danny não marcasse para os verdes-rubros.

Na segunda parte, o Maritimo veio com uma atitude diferente e parecia estar disposto a mudar o rumo dos acontecimentos. Nessa sequência, ainda tentou alvejar a baliza defendida por Salin com remates perigosos de Rodrigo Pinho e Correa (53 e 55m). Porém foi sempre a equipa leonina mais próxima do golo. Raphinha. Montero e Bruno Fernandes  tiveram boas oportunidades para ampliar a vantagem , mas ora por culpa de Amir, ora por culpa da  defesa do Marítimo, o resultado não se alterou.

Nos instantes finais, as atenções recaíram sobre Carlos Mané, que regressou aos relvados quase dois anos depois.

Com este resultado, o Sporting soma 13 pontos, os mesmos que o Sporting de Braga, menos um que o Benfica e dois que o Porto, que somam 14 e 15 , respetivamente.

 

Cristiana Pina

Licenciada em Comunicação Social pela ESEV. Sou uma pinhelense de gema que adora futebol e toda a magia que lhe é inerente. Escrever é uma das minhas grandes paixões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.