Lembra-se da “pequena loucura”? Vieira explica o porquê de ter desistido da ideia

Na altura de grande instabilidade no Sporting, em que foram várias as rescisões de jogadores leoninos, Luís Filipe Vieira tinha anunciado que estava disposto a cometer uma «pequena loucura».

Ora, o mercado fechou e tal ameaça não foi concretizada. O presidente do Benfica sentiu necessidade de explicar o porquê de não ter levado a tal “pequena loucura” avante, na Assembleia Geral do Benfica.

«Tenho também o dever de vos dar uma explicação sobre uma pequena loucura que pensei cometer há três meses. Loucura que abandonei. A explicação é simples. O contexto mudou entre o dia da última Assembleia Geral e o fecho do mercado. Quem, ali do outro lado, tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. Face à mudança de circunstâncias, e porque no Benfica não nos afirmamos pelo ódio aos nossos adversários, decidi alterar a minha vontade. Esta explicação é-vos devida», afirmou Luís Filipe Vieira.

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Atualmente a tirar a licenciatura em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.