Jorge Jesus ataca colegas que promovem o anti-jogo

Jorge Jesus critica os colegas treinadores que promovem o anti-jogo no campeonato árabe e que em nada dignificam, o desempenho e crescimento do futebol da Arábia Saudita.

O treinador português que lidera os detidos desportivos do Al-Hilal lamentou o constante anti-jogo dos adversários e atacou os colegas treinadores que, teimam em promover táticas nesse sentido e que incitam os seus jogadores, a praticarem um futebol que muito deve à vertente desportiva.

O técnico falou em falta de respeito destes, pelo investimento que o Estado da Arábia Saudita está a fazer no futebol do país, trazendo treinadores e jogadores internacionais.

 

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e dela, faz parte o futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os artistas brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente, com fair-play e....sem respeito pelo acordo ortográfico.....

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.