Benfica: três renovações aguardam desfecho

Após o fecho do mercado, a águia continua a “arrumar a casa” e a preparar-se para o futuro. Para já, os casos mais urgentes parecem ser as renovações de jogadores axiais no plantel de Rui Vitória. Mas vamos por partes.

Caso há muito falado, a renovação de Toto Salvio assume-se como uma das mais preponderantes. A direção benfiquista procura ver fechada a renovação o mais rapidamente possível, uma vez que o jogador está em final de contrato. As águias têm até janeiro para prolongar o vínculo de El Toto, altura em que o jogador fica livre e pode deixar a Luz em busca de outro clube, sem qualquer encaixe financeiro para as águias. O extremo argentino, de 28 anos, cumpre a sua oitava época de águia ao peito e é uma das principais figuras do plantel. Neste arranque de temporada, Salvio conta com 3 golos e 2 assistências em 6 partidas disputadas em todas as competições.

Andreas Samaris deixou de ser opção para Rui Vitória e sua saída da Luz é há muito falada. O grego parece nunca se ter afirmado totalmente e, esta época, está a perder espaço para o recém-chegado Alfa Semedo. De lembrar que Samaris ficou de fora da lista final de Rui Vitória para a Liga dos Campeões. Tudo aponta para uma possível venda do grego, que termina contrato no final da presente temporada, ou uma renovação de contrato antes de janeiro. É que, a partir desse mês e à semelhança de Salvio, Samaris, que custou 10 milhões de euros, fica livre e pode assinar por outro clube, sem qualquer encaixe para os cofres da águia. No entanto, a renovação contratual implica um aumento do salário do jogador, cenário que Luís Filipe Vieira não vê com bons olhos.

Dossier mais fácil de resolver, o Benfica também pretende renovar com Jardel, titular indiscutível no centro da defesa encarnada. O brasileiro está ligado ao clube da luz até 2020 mas o Benfica pretender prolongar a estadia do jogador até 2022. Ambas as partes estão interessadas no negócio, ficando apenas a faltar o acerto de alguns detalhes no que concerne o salário do defesa-central, de 32 anos.

De acrescentar ainda que, recentemente, o Benfica renovou os contratos de João Félix e Gedson Fernandes, blindando os jovens jogadores da cantera encarnada e que se têm afirmado neste arranque de temporada com cláusulas astronómicas.

Rui Casanova

Sou natural de Portalegre e resido em Lisboa, onde estudo Ciências da Comunicação na NOVA-FCSH. O Futebol está no sangue da minha família desde sempre e materializo a paixão pelo desporto rei através da escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.