Gedson Fernandes: o futuro transformado presente

A sua estreia oficial no onze titular do Benfica frente ao Fenerbahçe foi um dos grandes destaques do jogo da passada terça-feira.

Há quase dez anos no clube da Luz, Gedson Fernandes tornou-se no décimo jogador com menos de 20 anos a ser lançado por Rui Vitória. Renato Sanches, Zé Gomes e André Horta são alguns dos que também fazem parte desse conjunto restrito. Mas afinal quem é este médio que com apenas 19 anos já conta com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros?

Nascido em São Tomé e Príncipe, a história de Gedson com a camisola encarnada começou a escrever-se nos finais de 2009. Na altura, representava o Frielas, clube onde começou a jogar futebol. O enorme talento que já lhe era reconhecido levou dois dos maiores clubes em Portugal a demonstrar grande interesse em contrata-lo: Sporting e Benfica. Mas o que é que impediu Gedson de ser leão? A resposta são 250 euros e 25 bolas de futebol. Foi exatamente isso que as águias ofereceram ao clube de Loures.

Campeão de Iniciados e de Júniores pelo Benfica e campeão europeu de sub-17 por Portugal, Gedson Fernandes é mais um produto da formação dos encarnados. Com uma enorme qualidade de passe e condução, para além da sua grande disponibilidade para qualquer momento e situação, o jovem de dupla-nacionalidade é um caso sério do futebol português. E depois da boa resposta à titularidade na última partida, mais sério vai ficar.

As perguntas nesta fase multiplicam-se. Terá consistência suficiente para se afirmar na Luz? Será outro dos vários jovens a ser “forçado” a jogar no estrangeiro? Não há dúvidas que Gedson Fernandes tenciona respondê-las dentro de campo.

Com o futuro garantido está também Portugal que após a recente conquista do Mundial de sub-19, tem em Gedson uma prova de que soluções não vão faltar num “amanhã” que cada vez mais é um “hoje”.

 

 

Ricardo Oliveira

Oriundo da mesma terra do melhor jogador do mundo, a paixão pelo futebol não podia ser maior. Atualmente a tirar a licenciatura em Ciências da Comunicação na FCSH, gosta de escrever e está sempre de braços abertos a novos projetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.