Imprensa inglesa rendida a Bernardo Silva

O Manchester City ganhou o primeiro troféu da época, a Supertaça Inglesa (Community Shield), contra o Chelsea. Dois golos de Aguero foram suficientes para bater a equipa de Maurizio Sarri, o novo treinador dos blues. Apesar dos dois tentos do argentino, outro jogador mereceu os holofotes no primeiro jogo da época inglesa, e esse jogador é português.

Sem David Silva, Guardiola optou por colocar Bernardo Silva a titular e o jovem participou nos dois golos: no primeiro recebeu bem a bola entre linhas, passou a Foden e o ainda mais jovem futebolista fez a assistência para Aguero. No segundo golo, foi o próprio Bernardo que assistiu Aguero ao encarar a linha defensiva e passar no momento exato da desmarcação felina de Kun.

Para além da participação nos dois golos, Bernardo foi essencial na estratégia de posse de bola de Pep Guardiola, pois muito raramente perdeu a posse e encontrava linhas de passe com distinção, jogando a bola “redondinha”. Pep deu-lhe os 90 minutos, algo quase impossível de ver na temporada passada.

A exibição não passou despercebida aos media e alguns órgãos de comunicação social destacam Bernardo até como homem do jogo. É o exemplo da Sky Sports, que sublinhou a sua prestação na primeira metade. “A inteligente assistência para o segundo golo de Aguero tipificou uma exibição plena de habilidade e astúcia”. 

A lenda Rio Ferdinand, citada pelo Squawka.com, diz que Bernardo pode ser “o sucessor de David Silva”. Lembrou ainda a exibição do médio luso contra o atual clube, em 2016/17, quando ainda jogava no Mónaco de Leonardo Jardim.

Para além da imprensa inglesa, também os adeptos do Manchester City não ficaram indiferentes a génio português. Eles elogiaram bastante o posicionamento mais central de Bernardo na primeira parte.

David Silva

Lourinhanense de gema, é estudante de Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. Tem como hobby a escrita, e como paixão o futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.