Ledman Liga Pro: Jornada 28 sem surpresas deixa tudo na mesma

Neste fim de semana, a Ledman Liga Pro trouxe-nos a ronda 28, uma jornada em que praticamente tudo correu como era esperado. Os favoritos e candidatos venceram (ou pelo menos pontuaram) os seus encontros, e aqueles mais aflitos viram a sua situação manter-se ‘apertada’.

A jornada começou na sexta-feira, com a Académica a saltar (provisoriamente) para a liderança após ter ido ao Seixal golear o Benfica B por 4-0. Foi uma demonstração de força por parte da formação de Coimbra e o reforçar da vontade de regressar à Primeira Liga. Os golos foram marcados por Fernando Alexandre, Chiquinho (2) e Marinho. A Académica acabaria por descer para o 2º posto, com 48 pontos, enquanto que o Benfica B encontra-se agora em 11º lugar, com 38 pontos.

Quem agora se encontra unicamente na liderança é o Santa Clara, que aproveitou a visita do Sporting B para golear também por 4-0. Thiago Santana fez o primeiro, e nem a expulsão de Fernando Santos aos 31 minutos abrandou os açorianos, que mesmo com menos um elemento marcaram mais 3 golos, por João Reis, Minhoca e Clemente. Com esta vitória o Santa Clara chegou aos 49 pontos, enquanto o Sporting B permanece nos lugares de descida, com 31.

Em 3º, e num bom momento de forma, está o Penafiel, que recebeu e venceu na manhã de sábado o União da Madeira, por 2-0. Gustavo e João Paulo resolveram o encontro ainda na 1ª parte. O Penafiel tem agora 47 pontos, ao passo que o União mantém-se com 31.

Com os mesmos 47 pontos está o Arouca, que desperdiçou a hipótese de se manter na liderança ao ceder um empate (2-2) na receção ao Sporting Covilhã. Os arouquenses adiantaram-se no marcador por Roberto, mas viram os verdes da serra dar a volta ao marcador por Renato Reis e Reinildo Mandava, não conseguindo mais do que igualar o resultado, de grande penalidade, por intermédio de Nuno Coelho. O Sporting Covilhã é 13º classificado, 36 pontos.

Na Madeira, e cada vez mais perto do topo da tabela, o Nacional recebeu e venceu o Braga B por 2-1. Numa primeira parte que viu ser substituída a dupla de ataque dos arsenalistas, o equilíbrio manteve-se até ao intervalo. Na 2ª parte, os bracarenses chegaram à vantagem por Denisson, mas o Nacional ainda conseguiu a reviravolta, com golos de Felipe Lopes e Murilo. O Nacional é 5º classificado com 46 pontos (e um jogo em atraso), enquanto o Braga B permanece em 18º, com 29 pontos.

Voltando ao continente, o Varzim deslocou-se a Oliveira de Azeméis e somou o 5º jogo sem derrotas, ao empatar 0-0 com a Oliveirense. As duas equipas encontram-se separadas por apenas 3 pontos, com o Varzim a contabilizar 36 pontos (12º lugar) e a Oliveirense a contar 33 (15º lugar).

Em Matosinhos, o Leixões regressou às vitórias, vencendo o Cova da Piedade por 4-0. Todos os golos foram marcados no 1º tempo (Luís Silva bisou, e Evandro Brandão e Amine Oudrhiri marcaram os restantes). Com esta vitória o Leixões chega aos 43 pontos, estando no 8º lugar. O Cova da Piedade permanece na 14ª posição, com 33 pontos.

Mais a Norte, tarde alegre no Minho. O Vitória de Guimarães B prossegue a sua tranquila caminhada (não perde há 9 jogos) com mais 3 pontos no bolso, com uma vitória por 2-0, desta feita na receção aos também minhotos Gil Vicente. O sul-africano Haashim Domingo foi o autor dos dois golos. O Gil Vicente continua em 19º lugar, com 27 pontos, ao passo que o Vitória B já é 9º, com 40 pontos. Logo atrás vem o Famalicão, que chegou aos 39 pontos após a vitória na receção ao Real Massamá. Num jogo que contou com a presença d’O Ambidestro na bancada, a equipa de Sintra viu-se reduzida a 10 elementos a partir dos 13 minutos, devido à expulsão de Carlitos após uma entrada muito dura. Em superioridade numérica, o Famalicão assumiu o jogo, mas essa superioridade era inconsequente, com a equipa da casa a ter dificuldades em criar real perigo na área adversária. Contudo, e numa fase em que já cheirava a golo, ele acabaria por chegar ao minuto 73, com o jovem Anderson a abrir o marcador. Os visitantes tentaram responder, mas foi a equipa da casa a alargar a vantagem, com o mesmo Anderson a bisar após uma desatenção da defesa adversária e a estabelecer dessa forma o resultado final. O Real Massamá, em último lugar com 20 pontos, vê assim a descida cada vez mais perto.

No domingo, o Académico de Viseu deslocou-se ao terreno do FC Porto B e venceu por 1-0, agravando ainda mais esta má fase dos dragões (4ª derrota nos últimos 5 jogos para o campeonato). Barry, aos 6 minutos, foi o autor do golo que ditou o regresso aos triunfos da turma de Manuel Cajuda. O Porto B é 6º classificado, com 45 pontos, seguido de imediato pelo Académico, 44 pontos.

Nota: Na passada quarta-feira jogou-se o Nacional – Porto B (jogo em atraso da 26ª jornada), tendo terminado com a vitória do Nacional por uns inequívocos 6-0.

Marco Pereira

Amante do desporto, respira futebol e considera-o uma das suas grandes paixões. É licenciado em Línguas Aplicadas pela Universidade do Minho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.