Morata: “Não sei se [os adeptos do Real Madrid] sentem a minha falta ou não”

O jogador do Chelsea, Álvaro Morata, tem sido um dos destaques da Premier League neste início de temporada e  encontra-se satisfeito com o tempo de jogo dado pelo técnico Antonio Conte. Tempo de utilização nos blues que contrasta com a intermitência vivida no Real Madrid, sob a orientação de Zinedine Zidane.

“Não sei se [os adeptos do Real Madrid] sentem a minha falta ou não, e é um prazer que o digam. Oxalá não tenham que dizê-lo, porque isso significa que as coisas estão a correr bem”, afirmou, em entrevista ao canal TVE.

No ponto de vista de Morata, a única diferença entre jogar ao serviço do Chelsea e do Real Madrid, reside no tempo de jogo que lhe é atribuído.

“É saber que tens uma oportunidade real de jogar se treinares bem. Se estivesse à procura de coisas como dinheiro ou a cidade preferida teria ficado em casa, já que tinha tudo”

O avançado espanhol reconheceu, ainda,  a importância da dimensão física no campeonato inglês.

“Quase todos os jogadores são atletas. Tecnicamente não é como Espanha, mas os jogadores são muito fortes fisicamente”

Finalmente, quando questionado sobre o português Cristiano Ronaldo, antigo companheiro de equipa no Real Madrid, o internacional espanhol afirmou esperar que este chegue cansado ao Mundial 2018 (Portugal e Espanha encontram-se no mesmo grupo).

“Esperemos que marque muitos golos no [Real] Madrid, mas que chegue cansado ao Mundial.”

André Fernandes

Licenciado em Ciências da Comunicação pela FCSH/NOVA.
Madeirense, adepto de futebol e da escrita, marcar golos na vida e chegar o mais longe possível é um dos meus objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.