Empate entre Académica e Famalicão ficou manchado pela violência e invasão de campo

Esta tarde em Coimbra, o encontro da II Liga Ledman LigaPro que colocou frente a frente, a Académica e o Famalicão, a contar para a 15ª jornada, terminara com um empate a uma bola. Os desacatos que ocorreram no final da partida dentro do campo e que envolveram vários jogadores e dirigentes, transpareceram para as bancadas, trazendo um mau exemplo do que se pretende no desporto.

Segundo fonte policial, na sequência desses maus comportamentos, uma adepta do Famalicão sofrera ferimentos na cabeça, depois de ter sido atingida na cabeça por uma cadeira, supostamente arremessada por adeptos da ‘briosa’, quando se encaminhava para a saída do Estádio, tendo sido socorrida pela Cruz Vermelha.

Após ter suado o apito final, um grupo de adeptos da ‘briosa’  invadira o campo e provocara um verdadeiro alvoroço no relvado.

Com os nervos à flor da pele, alguns desentendimentos dentro do campo entre dirigentes e jogadores foram depois transmitidos para as bancadas, com os adeptos visitantes a terem de sair escoltados e debaixo de grande confusão.

Fora do estádio, a polícia teve de intervir para separar os adeptos dos dois clubes e criar um cordão de segurança para evitar mais desacatos e permitir que vários autocarros com os apoiantes do Famalicão pudessem sair em segurança.

Guilherme Freire Coelho

Alfacinha apaixonado pela vida e dela, faz parte o futebol. Defendo-o como desporto, respeito-o pela vertente social e admiro-o como espectáculo. A bola, é mero instrumento para os artistas brilharem. Não escrevo sobre bola mas sim, sobre Futebol, sempre de forma transparente e com fair-play.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.