O que é o scouting? E quais as funções de um scout?

Hoje em dia e cada vez mais no futebol, as equipas necessitam de ter um departamento de scouting…  um departamento que consiga trabalhar a informação e torna-la rápida e precisa. Mas afinal de contas o que é isto do scouting?

Vamos explicar de uma forma resumida e fácil de perceber.

O scouting é a procura activa da prospecção de jogadores ou o conhecimento de tácticas do adversário. O scouting está dividido por dois departamentos: o scouting de jogadores, e o scouting táctico. De destacar que ambos os departamentos trabalham sempre em conformidade com o director desportivo e equipa técnica.

O que é o departamento scouting de Jogadores?

Primeiro os scouts têm que saber o que procurar e ir ao encontro das necessidades do plantel. Após a recolha e análise de informação, o director do departamento faz um relatório dos jogadores e faz chegar esta informação ao director desportivo e ao “mister”, que depois de analisar os diversos jogadores avança para a sua contratação.

Em equipas com orçamentos elevados é possível fazer a prospecção de jovens jogadores para as suas academias de formação, e fazer prospecção de jogadores para o plantel sénior. Estas equipas conseguem ter uma rede de “scouts” muito elevada, e conseguem trabalhar e analisar o mundo inteiro.

Equipas com orçamentos mais baixos, limitam-se a analisar a zona do país em que estão inseridos ou analisar e observar o país a que pertencem.

 

O que é o departamento Scouting Táctico

Este departamento destina-se à observação e recolha de informação relativa às tácticas do adversário. O trabalho dos scouts tácticos é deslocarem-se aos estádios em dias de jogo, e analisarem antecipadamente o adversário da sua equipa. Recolhem toda a informação táctica, todos os comportamentos dessa equipa, esquemas tácticos, bolas paradas, pontos forte e fracos, avaliam os jogadores dessa equipa e caracterizam cada jogador. Depois de recolhida essa informação, vão trabalhá-la e fazer um relatório detalhado de toda a informação para entregar ao “mister”.

Este departamento é muito importante em qualquer equipa, poupa tempo e trabalho ao treinador, o que permite que o mesmo se preocupe só em trabalho de campo e trabalhar em função da maneira de jogar do adversário. Desta forma é mais fácil trabalhar ao longo da semana para anular os pontos fortes do adversário e melhorar os pontos fortes da sua equipa.

Este trabalho é um pouco invisível para o público do futebol, que não “estando à vista”, não deixa de ser fundamental para os clubes e para o seu sucesso a curto e longo prazo.

 

 

 

 

Goncalo Rêgo

Sou o Gonçalo, um apaixonado por tudo o que diz respeito ao futebol. Estou ligado ao mundo do futebol uma vez que além de treinador, trabalho também como observador e analista do adversário (para uma equipa do CNS), e coopero com algumas agências de futebol (Scouting).
Gosto de escrever sobre Futebol, e não falar de bola, como estamos habituados a ouvir e a ler, Porque há uma grande diferença.
Espero que gostem da minha escrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.