Béla Guttmann – Será que um dia a maldição terá fim?

Hoje tocamos num assunto que talvez seja muito complicado de ler para muitos benfiquistas. Béla Guttmann já deixou de ser treinador da equipa encarnada há mais de 50 anos, mas as palavras proferidas pelo húngaro continuam até aos dias de hoje a ser entendidas como uma maldição.

É incontornável falar da história do Sport Lisboa e Benfica sem falar de Bélla Guttmann. O húngaro chegou à Luz em 1959 e até à época de 1962 ganhou tudo o que havia para ganhar: Falamos de 2 Campeonatos Nacionais, 2 Taças dos Campeões Europeus e uma Taça de Portugal. E é aqui que a história ganha outro contorno…

O técnico húngaro acreditava que um treinador nunca deveria ficar mais de três temporadas num clube, mas depois destas mesmas conquistas ele decidiu continuar, mas não sem antes exigir um salário mais elevado, pedido esse que acabou recusado pela direcção encarnada.

O treinador que tudo tinha conquistado arrumou as malas, mas descontente com a “falta de entendimento” por parte da Direcção do Benfica lançou então a frase que ainda hoje é conhecida como A Maldição de Guttmann: “Nem em cem anos o Benfica vai conquistar outra Taça Europeia.”

Se é maldição? Talvez. A verdade é que desde 1962, o Benfica já esteve presente em oito finais europeias  (1963, 1965, 1968, 1983, 1988, 1990, 2013 e 2014) e acabou por perder todas elas.  O curioso é que em 1965 o técnico voltou a estar ao serviço dos encarnados e não foi capaz de bater a sua própria maldição: acabou por perder com o Manchester United nas meias finais da prova.

 

 

Curioso também é o facto de esta mesma maldição estar estendida a todos os escalões da equipa vermelha e branca, recorde-se que nem os juniores do Sport Lisboa e Benfica conseguiram garantir uma vitória nas finais da Youth League. Ontem, perderam diante do Red Bull Salzburgo, por 1-2, num jogo em que o Benfica chegou a estar em vantagem. Este é o segundo título europeu falhado pela formação de juniores das águias, depois do desaire na final de 2013/2014, diante do Barcelona (0-3).

Em 1990, na final da Taça dos Campeões Europeus contra o AC Milan em Viena, o próprio Eusébio dirigiu-se ao túmulo do seu antigo e rezou para que Guttmann acabasse com a Maldição… O pedido não foi concretizado e o Benfica acabou mesmo por perder 1-0 frente aos italianos e perante os mais de 57 mil espectadores presentes.

Quer acreditemos ou não nas previsões feitas por Guttmann em 1962, a verdade é que o antigo treinador de Benfica e FC Porto parece ter mesmo razão no que à falta de vitórias na Europa diz respeito. Foi há 55 anos e segundo as contas, ainda faltam outros 45 para que o Benfica volte a levantar uma Taça Europeia.

O medo que esta frase provoca nos adeptos mais crentes, faz com que ela seja entendida como um “Assunto Tabu”  e o receio de que esta maldição continue a atormentar os resultados encarnados na Europa é muito.

 

 

Já no que às competições nacionais diz respeito, essa mesma Maldição, felizmente para os adeptos, não se verifica uma vez que desde 1962 o Benfica já conquistou 21 títulos de Campeão Nacional, 13 Taças de Portugal e sete Taças da Liga.

Ninguém sabe dizer como é que a Maldição de Guttmann poderá acabar, mas se não for encontrada uma solução, só em 2062 é que os adeptos encarnados poderão voltar a descobrir o gosto da vitória numa competição europeia.

Mariana Ferreira

Mariana Cordeiro Ferreira, 25 anos. Apaixonada por futebol desde que me conheço. Criadora e Coordenadora Geral do blog "O Futebol no Feminino", desde 2013. Colaboradora na Sporting Fans, no Super Sporting e no Dabancada... E ainda comentadora da Curva Belíssima da Sporting TV. Escrevo sobre futebol, porque sinceramente não conheço outra forma de mostrar o meu amor pelo desporto rei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.